Nossos Vídeos

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Senadores pedem impeachment de ministros do STF

A crise gerada por conta da censura aplicada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) aos sites da revista ‘Crusoé” e “O Antagonista” repercutiu no Congresso Nacional, principalmente entre os senadores.

Os parlamentares demonstraram preocupação com as atitudes de membros da Corte nas últimas semanas. De acordo com eles, os ministros abusaram do poder ao instaurarem um inquérito para apurar supostas
“fake news” que atentem contra a honra dos magistrados do Supremo. O processo culminou no caso da censura à reportagem da revista Crusoé que relatava uma menção ao presidente do STF, Dias Toffoli, feita em um e-mail pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Diante do fato, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) decidiu apresentar uma denúncia de crime de responsabilidade contra os ministros Alexandre de Moraes e Dias Toffoli. De acordo com o congressista, os magistrados abusaram flagrantemente do poder que têm para constranger denunciantes e críticos.

“O desrespeito desses dois ministros ao básico do direito brasileiro, a liberdade de imprensa, o direito de ter opinião e de ser informado, exige uma reação. E essa reação tem de acontecer dentro dos limites da Constituição, sem nenhum tipo de arbitrariedade, sem nenhum tipo de autoritarismo, dentro do que a Lei prevê para que a gente possa dar uma resposta institucional.”

O pedido de impeachment dos ministros do STF também está subscrito por outros senadores, como Lasier Martins (Pode-RS), Jorge Kajuru (PSB-GO), Reguffe (sem partido-DF) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que classificou a atitude dos ministros como um escárnio à Constituição.

“O que nós temos assistido nas últimas 48 horas é um escárnio à Constituição. Censura a meios de comunicação, busca e apreensão em um inquérito que é quase sigiloso e hoje possível censura a redes sociais que apresentarem divergência em relação aos ministros do Supremo... Qual será o próximo passo? Fechar o Congresso Nacional? Fazer busca e apreensão nos Senadores que divergem? Eu rogo aos membros do Supremo Tribunal Federal de bom senso que restabeleçam a ordem constitucional, senão nós podemos estar caminhando para um conflito sem precedentes”.

Quem também comentou a situação foi o senador Major Olímpio (PSL-SP). Ele classificou o cenário como grave após saber que Alexandre de Moraes manteve o inquérito, contrariando o parecer da Procuradoria-Geral da República, que mais cedo havia pedido o arquivamento da investigação.

“Ele mesmo investiga, ele mesmo acusa e ele mesmo julga. É gravíssimo, você não tenha a menor dúvida. Qual é o exemplo que nós estamos dando de cumprimento dos preceitos constitucionais? Eu acabei de dizer: ministro do Supremo pode e pode muito, mas não pode tudo.”

O pedido de impeachment contra os ministros Alexandre de Moraes e Dias Toffoli segue agora para a mesa do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Cabe a ele decidir se o documento será arquivado ou se terá prosseguimento na Casa.

Reportagem, João Paulo Machado

domingo, 7 de abril de 2019

TERCEIRA CAMINHADA PELA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO


3ª Caminhada de Conscientização do Autismo / São Paulo - SP

Por: Claudia Souza

A terceira caminhada de conscientização do autismo, promovida por instituições como Associação de Pais Inspirare, Instituto LUMI, Grupo TEApoio, APABB-SP e AMA-SP,  Projeto Integrar, entre outras; reuniu na tarde desse domingo (7/4), mais de 20 mil pessoas em uma caminhada de 2 kilometros, levando conscientização sobre a necessidade de respeito, inclusão e empatia aos autistas.

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo foi comemorado no dia 2 de abril, e proporcionou ao público autista, apoiadores e suas famílias, uma tarde agradável com apresentações de diversos artistas. A concentração aconteceu na Associação Sabesp, com a participação de atores, performers e palhaços.  A caminhada encerrou no Centro Cultural FIESP, onde o público prestigiou diversas atrações e participações de autistas com depoimentos e apresentações musicais.

Show de encerramento da 3ª Caminhada de conscientização do Autismo

3ª Caminhada de Conscientização do Autismo - SP

Super Heróis na 3ª Caminhada de Conscientização do Autismo - SP

O evento busca fortalecer a conscientização sobre o autismo, que, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), está presente em 1 a cada 68 crianças no mundo. Foi criado em 2017, quando familiares, pessoas com autismo e organizações sociais criaram um movimento para a realização da Primeira Caminhada pelo Autismo, que atraiu cerca de 2.000 pessoas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 70 milhões de pessoas no mundo têm autismo, sendo dois milhões apenas aqui no Brasil. A OMS estima que uma em cada 88 crianças apresenta traços de autismo, com prevalência cinco vezes maior em meninos.

Segundo o pediatra e neurologista infantil Clay Brites, o autismo é um transtorno de desenvolvimento que afeta em torno de 1% das crianças e apresenta três características principais. As associações idealizadoras da “Caminhada Pelo Autismo”, Associação de Pais Inspirare, Instituto LUMI e Grupo TEApoio, possuem uma trajetória de engajamento e responsabilidade social e são representadas por familiares da pessoa com Autismo. A atuação das associações inclui educação especializada, orientação em educação inclusiva, saúde, treinamento parental, conscientização e acolhimento familiar. 

Políticas Públicas:

A Lei 12.764, de 2012, criou a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e reconheceu o autismo como deficiência para todos os efeitos legais.

O problema é que, segundo o texto aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para que sejam elaboradas e efetuadas ações e políticas efetivas, é preciso saber quantos são e onde estão os brasileiros com transtorno autista e quais são as necessidades deles. Ou seja, a falta de números oficiais dificulta o cumprimento da norma. Segundo o relator na CCJ da Câmara, deputado Ricardo Izar, do PP de São Paulo, essas informações são fundamentais.

“A gente tem estatísticas que mostram que daqui 10 anos toda família vai ter um indivíduo autista. Então, a gente tem que criar políticas públicas no Brasil para atender essa população. Um projeto foi aprovado no ano passado na CCJ, eu fui o relator; ele trata exatamente disso: de incluir nas pesquisas do IBGE, no censo, para a gente poder ter ideia de qual é a população autista no Brasil. Isso é muito importante para, a partir daí, poder aplicar políticas públicas”, defende.

Na última semana foi lançada, na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista. O grupo, que é composto por mais de 200 congressistas, tem como coordenador o deputado Célio Studart, do PV do Ceará.

“É com muita alegria, com muita felicidade e responsabilidade, que a gente inicia essa frente parlamentar em defesa dos direitos das pessoas com transtorno do espectro autista. A inclusão, o respeito, o amor e a busca e a luta pelos direitos, é possível transformar vidas. E é isso que nós temos no coração e em mente”, afirmou o parlamentar no dia do lançamento do grupo.

Um dos objetivos da frente parlamentar é reunir recursos, por meio de seminários, audiências públicas e trabalhos técnicos, para atualizar o ordenamento jurídico brasileiro e proteger os direitos das pessoas com autismo. O grupo também pretende contribuir para proporcionar atendimento adequado na utilização de serviços, públicos e privados, de saúde e educação.

Segue abaixo perfil dos idealizadores da 3ª Caminhada de Conscientização do Autismo em SP:

Projeto Integrar: Desenvolve métodos de aproximação e comunicação a fim de desenvolver a autonomia e aprendizado do autista. No site do projeto, cuidadores, professores e pais tem acesso a Desenhos Roteirizados,  desenvolvidos especialmente para proporcionar essa comunicação, além de cursos a distância "Como elaborar Desenhos Roteirizados para pessoas com TEA".

Associação de Pais Inspirare: fundada em 2012, é uma entidade sem fins lucrativos, localizada na cidade de São Paulo, que busca levar a informação, dar orientação, promover o conhecimento e apontar os recursos disponíveis para as famílias que tenham crianças/ adolescentes/ adultos com Autismo. A API oferece grupos de apoio, intercâmbio entre as políticas públicas e sociais com nossos associados, seja no âmbito da área social, educacional, esporte e lazer ou da saúde, intervindo na possibilidade de medidas de proteção, que culminem na efetivação dos seus direitos.

Instituto Lumi- Centro Lumi: uma Associação Civil não governamental e sem fins lucrativos, nasceu da necessidade percebida pelo Centro Lumi- Centro Terapêutico Educacional às pessoas com autismo, fundado em 2002, de também proporcionar a famílias sem condições financeiras, um atendimento diferenciado que possibilite o desenvolvimento social, cultural e intelectual das pessoas que estão dentro do espectro do autismo.

Grupo TEApoio: fundado por Mariana Alkmin, mãe de gêmeos com autismo, é um grupo de apoio à pais e familiares de pessoas com autismo, dedicado ao acolhimento, treinamento parental e conscientização. O Grupo possui um engajamento direto com mais de 500 famílias em SP e Grande SP, através de cursos, mídia social, encontros de confraternização e grupos de WhastApp.




sexta-feira, 5 de abril de 2019

Enem 2019: Candidatos já podem solicitar isenção de taxa de inscrição



A partir desta segunda-feira (1º), os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 poderão pedir a isenção da taxa de inscrição, que é de R$ 85. O pedido pode ser feito até 10 de abril.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), só terão direito à gratuidade os estudantes que cursaram o último ano ou todo o ensino médio na rede pública, além daqueles que estudaram em escola particular na condição de bolsista integral.

Esses participantes terão de comprovar, com documentos, as respectivas condições sociais. Caso alguém informar dados falsos, sofrerá eliminação do exame. O resultado da isenção será divulgado no site do Enem, no dia 17 de abril. Mesmo com o benefício, o candidato também precisa fazer a inscrição regular.

As inscrições para o Enem serão feitas entre os dias 6 e 17 de maio. Os candidatos devem pagar a taxa de inscrição entre os dias 6 a 23 de maio.

Com duração de 5h30, o primeiro dia de prova, no dia de 3 de novembro, terá conteúdos de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias.

No segundo exame, no domingo seguinte, será cobrado ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. A prova terá 5h de duração.

Vale lembrar que neste ano, a equipe do Enem vai revistar os lanches dos candidatos. Outra novidade é para os surdos, deficientes auditivos e surdo-cegos, que poderão indicar, na inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. O gabarito será divulgado em 13 de novembro, e o resultado sai em janeiro de 2020.

Reportagem, Pedro Marra


Sacolinhas personalizadas para casamento

Autismo: Políticas públicas não são aplicadas por falta de dados oficiais


Quanto vale o amor de uma mãe por um filho especial? No caso de Gisele Cristina da Cruz, de 38 anos, isso não se mede em dinheiro, mas em dedicação e tempo. Ela é mãe do pequeno Enzo, de seis anos, que foi diagnosticado com autismo quando tinha um ano e seis meses. Desde então, a moradora do Jardim Ingá, cidade goiana do entorno de Brasília, leva o filho ao fonoaudiólogo e ao fisioterapeuta toda semana. Segundo ela, assim que veio o diagnóstico de autismo do filho, veio junto o término de seu casamento. Gisele passou a cuidar da criança com o apoio da família.

“Minha vida é única e exclusivamente para ele. Eu tive que abrir mão do meu trabalho, e aí hoje eu conto com o apoio da minha família, que me dá o suporte para eu poder criá-lo. Ser mãe do Enzo é a melhor coisa mesmo que me aconteceu. E eu aprendo muito! Eu aprendo muito com ele! Cada dia que passa, eu aprendo cada vez mais”, conta Gisele.

Mesmo diante de todas as dificuldades, Gisele mostra que o amor de mãe supera qualquer barreira. Ela tira seu sustento fazendo faxina, vendendo comida congelada e, de vez em quando, faz alguns trabalhos pontuais em um buffet. Ainda assim, ela faz questão de afirmar que se pudesse voltar no tempo, escolheria novamente ser mãe do pequeno Enzo.

Quem também passou a conviver com o autismo dentro de casa foi a Emanoele Freitas, mãe de Eros, adolescente de 15 anos que tem o transtorno. A moradora de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, é escritora e neurocientista. Por conta da condição do filho, fundou e preside a Associação de Apoio à Pessoa Autista, entidade que tem como finalidade o tratamento, a assistência, a reabilitação, a formação e a inserção educacional e social de pessoas com autismo.

Eros lutou pela vida antes mesmo de nascer. Ainda na barriga da mãe, teve um acidente vascular cerebral (AVC). Por conta do diagnóstico tardio - o laudo completo só chegou quando já tinha sete anos de idade – e de outras comorbidades, o adolescente sofre do autismo nível 3, grau mais severo do transtorno. Emanoele conta que hoje Eros se comunica bem melhor, mas ressalta que ainda está aprendendo a educar um adolescente autista.

“Ele foi meu grande aprendizado. Eu tive que aprender tudo isso para poder ajudar ele, me ajudar e ajudar outras famílias, porque eu via que não era só o autismo. Ele tinha outras patologias que prejudicavam o desenvolvimento dele. A gente está na segunda etapa, como eu costumo falar para as pessoas, e a gente está tendo que aprender, dia a dia, essa nova realidade de ter um adolescente autista em casa”, relata.

O transtorno ganha espaço na agenda pública nesta terça-feira (2), data em que é lembrado o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo. A condição, chamada de transtorno do espectro autista, compromete as habilidades de comunicação e interação social, geralmente tem início na infância e persiste durante a adolescência e vida adulta.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 70 milhões de pessoas no mundo têm autismo, sendo dois milhões apenas aqui no Brasil. A OMS estima que uma em cada 88 crianças apresenta traços de autismo, com prevalência cinco vezes maior em meninos, como nos casos de Enzo e Eros.

Segundo o pediatra e neurologista infantil Clay Brites, o autismo é um transtorno de desenvolvimento que afeta em torno de 1% das crianças e apresenta três características principais.

“Ela não sabe utilizar gestos, ela não sabe utilizar palavras, frases, usar os termos que normalmente a gente usa para se referir às coisas da vida social. A criança apresenta alguns comportamentos extremamente repetitivos, interesses extremamente restritos, que fazem com que ela não consiga direcionar a sua atenção para outras situações sociais que está exigindo um engajamento dela”, explica.

Ele esclarece que, com o passar do tempo, a criança tem dificuldades para realizar atividades sociais, atividades comunicativas, acadêmicas, além de problemas relacionados à parte motora, espacial e sensorial. De acordo com o neurologista, pelo fato do transtorno do espectro autista aparecer, geralmente, nos três primeiros anos de vida, é essencial que o diagnóstico seja feito precocemente, ou seja, antes de 2 anos de idade.

Falta de dados oficiais

A Lei 12.764, de 2012, criou a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e reconheceu o autismo como deficiência para todos os efeitos legais.

O problema é que, segundo o texto aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para que sejam elaboradas e efetuadas ações e políticas efetivas, é preciso saber quantos são e onde estão os brasileiros com transtorno autista e quais são as necessidades deles. Ou seja, a falta de números oficiais dificulta o cumprimento da norma. Segundo o relator na CCJ da Câmara, deputado Ricardo Izar, do PP de São Paulo, essas informações são fundamentais.

“A gente tem estatísticas que mostram que daqui 10 anos toda família vai ter um indivíduo autista. Então, a gente tem que criar políticas públicas no Brasil para atender essa população. Um projeto foi aprovado no ano passado na CCJ, eu fui o relator; ele trata exatamente disso: de incluir nas pesquisas do IBGE, no censo, para a gente poder ter ideia de qual é a população autista no Brasil. Isso é muito importante para, a partir daí, poder aplicar políticas públicas”, defende.

Na última semana foi lançada, na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista. O grupo, que é composto por mais de 200 congressistas, tem como coordenador o deputado Célio Studart, do PV do Ceará.

“É com muita alegria, com muita felicidade e responsabilidade, que a gente inicia essa frente parlamentar em defesa dos direitos das pessoas com transtorno do espectro autista. A inclusão, o respeito, o amor e a busca e a luta pelos direitos, é possível transformar vidas. E é isso que nós temos no coração e em mente”, afirmou o parlamentar no dia do lançamento do grupo.

Um dos objetivos da frente parlamentar é reunir recursos, por meio de seminários, audiências públicas e trabalhos técnicos, para atualizar o ordenamento jurídico brasileiro e proteger os direitos das pessoas com autismo. O grupo também pretende contribuir para proporcionar atendimento adequado na utilização de serviços, públicos e privados, de saúde e educação.


Lembrancinhas para aniversários e casamentos

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Agora você decide se quer entrar nos grupos do WhatsApp



Começa a valer a partir desta quarta-feira (3) a nova regra de privacidade do WhatsApp para a entrada em grupos. A partir da atualização do aplicativo nos sistemas Android ou iOS, o usuário vai poder decidir se quer ou não entrar em determinado grupo, e decidir que apenas contatos já salvos na agenda telefônica vão poder adicioná-lo.

Para ativar a nova função, é necessário ir ao campo “configurações” no WhatsApp. A opção “ninguém” será para aprovar as solicitações. “Meus contatos” servirá para pré-aprovar a agenda de contatos, e a opção “todos” mantém o aplicativo como funciona atualmente.

De acordo com o WhatsApp, quem quiser incluir um telefone novo em um grupo deverá mandar uma mensagem privada, e o convite deve ser respondido em até três dias.


quinta-feira, 21 de março de 2019

5 opções para eliminar a farinha branca do seu dia a dia




Dicas do professor e naturopata Daniel Alan Costa para deixar a dieta mais saudável


O processo de refinar o trigo para transformar em farinha branca pode ser muito prejudicial e fazer com que o produto final não tenha mais as mesmas propriedades da sua matéria prima. Porém, existem maneiras saudáveis de substituir esse ingrediente industrializado.

Como observam as Medicinas Tradicionais Chinesa e Ayurveda, tudo é cíclico. “Hoje percebemos que este refinamento acaba por distanciar o vegetal dos seus valores nutricionais originais tornando-os maléficos à nossa saúde. Apesar de ser uma fonte rápida de carboidratos, energia pura, essas medicinas afirmam que não é possível extrair o Tchi, prana, na tradução mais ocidental a energia, pois a essência da planta foi perdida no refinamento. A falta de nutrientes fica evidenciada pelo fato de que o pó raramente estraga, ou seja, bactérias e insetos não se interessam pelo que não tem nutrientes”, explica o professor e naturopata Daniel Alan Costa.

Veja as dicas do especialista do que usar para fazer essa substituição e ter uma dieta mais saudável:

Biomassa de banana verde - a biomassa de banana verde é um prebiótico, ou seja, ajuda a melhorar o funcionamento do intestino, auxilia no processo de emagrecimento, pois mantém a sensação de saciedade por mais tempo devido às características de suas fibras, além de promover o controle da glicemia e do colesterol.

Farinha de tapioca - um dos grandes problemas da farinha de trigo refinada é o fato dela ser pró inflamatória, ou seja, provoca microinflamações de forma generalizada. A farinha de mandioca é a substituta ideal para esta condição, pois não contém glúten e gliadina, responsáveis por esse efeito.

Farinha de linhaça - promove saciedade e ajuda no controle de peso. Possui fitoesteróis que ajudam a regular problemas ginecológicos, como TPM e menopausa, previne diabetes e pressão alta e ajuda a prevenir colesterol alto, além de possuir antioxidantes que combatem informações e o envelhecimento.

Farinha de Quinoa - considerada sagrada pelos Incas, utilizada nos Andes bolivianos há mais de 5000 anos, é fonte de proteínas e tem 16 aminoácidos essenciais presentes em sua composição, entre eles o triptofano, precursor da serotonina, neurotransmissor associado a sensação de relaxamento.

Farinha de Arroz - é a principal substituta para a farinha de trigo em diversas receitas, como pães, massas, biscoitos e bolos. Quem não pode consumir glúten a elege como substituta ideal pelo preço acessível e por ser encontrada com facilidade. É vendida nas versões branca ou integral. Além disso, a farinha de arroz proporciona melhor espessamento da massa, deixando sua textura mais semelhante às receitas originais.

Profº Daniel Alan Costa é fisioterapeuta especialista em Bases de Medicina Integrativa pelo Albert Einstein, Naturopata, Acupunturista integrante da WFCMS (World Federation Chinese Medicine Societies), coordenador do curso de pós-graduação em Naturopatia da UNIP e coordenador geral dos cursos do Sol Instituto Terapêutico/ INESP. Crefitto 3 - 203298-F

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

DOUG JONES DE STAR TREK VEM PARA O BRASIL EM FEVEREIRO

Fãs trazem ator Doug Jones ao Brasil para celebrar a estreia da nova temporada de Star Trek: Discovery


Convenção para cerca de mil trekkers será no Teatro Eva Wilma, em São Paulo, em 2 de fevereiro.

O segundo ano de Star Trek: Discovery estreia na Netflix em 18 de janeiro, e os fãs brasileiros terão mais um motivo para comemorar: o ator Doug Jones, que na série interpreta o comandante Saru, primeiro-oficial da USS Discovery, virá ao país para um evento trekker, organizado pelo fã-clube NovaFrota.

A StarCon - Os Mundos de Doug Jones acontece no dia 2 de fevereiro, no Teatro Eva Wilma, em Sâo Paulo, e vai celebrar não só a nova temporada de Discovery – que terá seus novos episódios exibidos semanalmente às sextas-feiras no serviço de streaming –, mas também a incrível carreira deste versátil ator, astro de filmes premiados como A Forma da Água e O Labirinto do Fauno. Ele também viveu outros personagens importantes do mundo da cultura pop no cinema, como o Surfista Prateado e Abe Sapiens, na franquia Hellboy.

“Mal posso esperar para ir ao seu lindo país pela primeira vez na minha vida agora em fevereiro”, disse Doug Jones, em vídeo gravado para os fãs brasileiros pouco antes do término das filmagens da segunda temporada de Discovery.



É a primeira vez que um ator do elenco principal de uma série de Star Trek em produção visita o Brasil para um encontro com os fãs. “Será uma oportunidade única para os fãs conhecerem este ator fantástico, tirarem fotos com ele, pedirem autógrafos e até mesmo fazerem perguntas sobre o episódio exibido no mundo inteiro pela primeira vez no dia anterior!”, diz Luiz Navarro, presidente da NovaFrota. “Temos certeza de que será um dia inesquecível para todos que estiverem lá com a gente.”

São esperados cerca de mil fãs de Star Trek, ficção, fantasia e da miríade de papéis que Doug Jones já protagonizou. Os ingressos (a partir de R$ 29,90), assim como a programação completa do evento, estão disponíveis no hotsite https://starcon.novafrotabr.com.

O evento, que tem apoio da Sony/Paramount, FlyTour e Hotel Meliá Paulista, contará com atividades num auditório principal e num palco secundário, além de lojas, setor de alimentação e sessões de autógrafos e fotos com Doug Jones. Para entusiastas do cosplay, haverá um concorrido concurso, além de muitas outras atrações, como um painel com os dubladores deStar Trek: Discovery e a apresentação de material exclusivo do lançamento da primeira temporada da série em home video.

É a segunda StarCon a ser realizada pela NovaFrota, versão revitalizada do antigo fã-clube trekker Frota Estelar Brasil. Na edição anterior, realizada em agosto de 2018, o grupo trouxe René Auberjonois, o Odo de Star Trek: Deep Space Nine. Antes disso, ainda como Frota Estelar Brasil, o fã-clube foi responsável pelas vindas ao país de George Takei (Sulu), Walter Koenig (Chekov) e Leonard Nimoy (Spock), todos da série clássica de Star Trek, produzida entre 1966 e 1969.


Sobre a StarCon
Onde: Teatro Eva Wilma (R. Antônio de Lucena, 146, Tatuapé, São Paulo, SP)
Quando: 2 de fevereiro de 2019, das 9h às 20h
Ingressos: R$ 29,90 - R$ 299,90
Como comprar: https://starcon.novafrotabr.com

Sobre a NovaFrota

A NovaFrota é a retomada do antigo fã-clube Frota Estelar Brasil, que já foi a maior congregação de fãs de Jornada nas Estrelas e ficção científica na América Latina. Mais informações sobre o clube, que edita uma revista bimestral além de outros materiais para os fãs e se especializa na realização de eventos internacionais, podem ser encontradas em http://novafrotabr.com



segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA FEBRASGO SOBRE COLOCAÇÃO DE DIU POR ENFERMEIROS(AS)


A FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia ), entidade nacional que representa médicos ginecologistas e obstetras em nosso país, vem a público manifestar, a título de esclarecimento, sua posição sobre a Nota técnica n°5/2018-CGSMU/DAPES/SAS/MS, que trata do assunto “Colocação de Dispositivos Intrauterinos (DIU) por enfermeiros (as), promulgada pelo Ministério da Saúde”.

A promoção de garantias aos Direitos sexuais e Reprodutivos é aspecto fundamental na saúde pública, visando oferecer métodos para o planejamento familiar de forma ampla e universal. A ampliação da oferta de inserção do DIU em mulheres no Sistema Único de Saúde é proposta que irá contribuir para uma Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher.

Entretanto, o procedimento de inserção caracteriza-se pela introdução do dispositivo dentro da cavidade do útero, órgão essencial e imprescindível para o processo de reprodução humana natural.

O procedimento não é isento de riscos e complicações, que devem ser prontamente identificados e corrigidos. Entre complicações conhecidas podem ser citadas: perfuração da cavidade uterina, sangramento, perfuração da bexiga, lesão de alças intestinais, reação vagal, entre outros. O procedimento de inserção do DIU e o tratamento de eventuais complicações que possam ocorrer na sua inserção são atos privativos do médico, conforme preceitua o Art 4º, § 4º da Lei Federal nº 12.842 de 2013. A inserção do DIU é um procedimento invasivo em que, para a inserção do dispositivo, é necessário haver a invasão do corpo humano pelo orifício do colo uterino, atingindo o interior do útero. É responsabilidade do médico a realização deste procedimento.

As indicações do DIU de cobre (DIU TCu 380A) e sua inserção são referendadas pela FEBRASGO.​​[1] Cumpre reiterar que sua inserção configura ato médico e vale repetir a redação da Lei N° 12842, de 10 de julho de 2013, a lei do Ato Médico, como abaixo transcrita:
Art. 1o O exercício da Medicina é regido pelas disposições desta Lei.​​
Art. 3o O médico integrante da equipe de saúde que assiste o indivíduo ou a coletividade atuará em mútua colaboração com os demais profissionais de saúde que a compõem.​
Art. 4o São atividades privativas do médico:
III - indicação da execução e execução de procedimentos invasivos, sejam diagnósticos, terapêuticos ou estéticos, incluindo os acessos vasculares profundos, as biópsias e as endoscopias;
§ 4o Procedimentos invasivos, para os efeitos desta Lei, são os caracterizados por quaisquer das seguintes situações:
III - invasão dos orifícios naturais do corpo, atingindo órgãos internos.
Por conseguinte, cabe exclusivamente ao médico a realização da inserção do DIU de cobre. Sua participação presencial é obrigatória quando da inserção do DIU ou de qualquer outra instrumentação invasiva que se faça na cavidade uterina. De outra parte, é importante registrar que, nestas circunstâncias, quando realizada por profissional médico, a inserção do DIU de cobre é bastante segura, porém não absolutamente isenta de riscos.

Pelos motivos acima expostos, associados às possíveis complicações da inserção do DIU de cobre DIU TCu 380 A, como perfuração e sangramentos, mister se faz registrar que é essencial e fundamental que o procedimento seja, conforme reza a lei do ato médico, realizado exclusivamente por médicos.

Pelas razões consideradas, a Febrasgo, em defesa da segurança e do bem estar das mulheres, deixa clara sua posição contrária à nota técnica do Ministério da Saúde. Nos cumpre alertar a população sobre o risco a que estarão expostas as mulheres no que concerne a inserção do DIU de cobre por profissionais de saúde não médicos.

São Paulo, 17 de dezembro de 2018.
Diretoria da Febrasgo

Cuidados Odontológicos durante a gravidez




Dra. Érika Vassolér, dentista e consultora de higiene bucal da Condor, pontua os cuidados necessários nesta fase tão especial da vida

São Paulo, dezembro de 2018 - A gravidez é um dos momentos mais esperados para a maioria das mulheres. Além de visitar o obstetra com frequência, os cuidados com a higiene bucal neste período são fundamentais para a saúde do bebê.

É importante que a gestante faça o pré-natal odontológico, evitando ou mesmo tratando possíveis problemas logo no início. "O correto é procurar um profissional logo no primeiro trimestre da gravidez para receber as orientações adequadas, como os tipos de alimentos que devem ser evitados para manter a saúde bucal em dia. É fundamental desmistificar o que é permitido ou não durante a gestação", afirma Érika Vassolér, dentista e consultora de higiene bucal da Condor.

Nesta fase, os principais problemas são doenças relacionadas à gengiva, como é o caso da gengivite que, se não tratada, pode evoluir para uma periodontite (inflamação dos tecidos ao redor do dente). “É essencial estar atenta aos sinais. A prevenção é sempre a melhor opção”, ressalta a dentista. Os sintomas mais comuns de gengivite são: gengiva vermelha, e sangramento intenso e espontâneo durante a escovação. Em alguns casos, há o inchaço e o recuo ou retração da gengiva, deixando os dentes com aparência alongada.

Outro ponto são os enjoos e vômitos. Eles deixam a saliva ácida, alteram o pH da boca, facilitando o desenvolvimento da cárie com rapidez. Para não prejudicar o esmalte do dente, após esses episódios o indicado é realizar um bochecho. A escovação deve ser feita 10 minutos depois.

Segundo Érika Vassoler, há evidências que relacionam as enfermidades gengivais das gestantes ao baixo peso dos bebês e ao parto prematuro. A doença mais grave é a periodontite. A inflamação é provocada por uma bactéria que pode ser liberada na corrente sanguínea e estimular a contração uterina e aumentar o risco de pré-eclâmpsia. Em algumas situações pode ocorrer um parto prematuro com menos de 37 semanas. Algumas mulheres, por medo, não seguem as orientações do dentista. No entanto, não realizar o tratamento é muito mais arriscado.

Ainda de acordo com a consultora, manter os dentes sempre limpos, especialmente na região do colo dentário, área em que a gengiva e os dentes se encontram, pode reduzir de forma significativa ou até mesmo evitar a gengivite e a cárie durante a gravidez. O mercado disponibiliza escovas dentais específicas para esse tipo de limpeza. Uma delas é a Sensitive, da Condor.

Indicada para casos de sensibilidade dental, a escova Sensitive promove a limpeza do sulco gengival, sem machucar a gengiva e auxilia no combate à gengivite. Suas cerdas superfinas permitem alcançar os lugares mais difíceis, removendo assim a placa bacteriana e promovendo um leve massagear nas gengivas sem irritá-las.

Confira os principais mitos e verdades sobre a higiene bucal durante a na gravidez:
Mito: a mulher perde cálcio durante a gestação. O cálcio necessário para a formação dos dentes do bebê provém da alimentação da gestante. Os dentes da mulher grávida não participam do processo de captação e nem sofrem qualquer dano.
Mito: a gestação traz consigo cárie e perda de dentes. A cárie e a consequente perda de dentes são provocadas pela alimentação desregulada, rica em carboidratos e falta de higiene bucal. Sendo assim, mulheres gestantes ou não gestantes podem ser acometidas de cárie caso não haja uma correta escovação, com uso de fio dental e creme dental com flúor, e visitas regulares ao dentista.
Mito: é proibido o uso de anestesia em gestantes. O uso de anestesia nas gestantes é permitido desde que a substância anestésica utilizada não contenha vasoconstritores. Por isso, o cirurgião-dentista deve ser informado.
Mito: a gestante não pode fazer radiografia. Como em qualquer paciente, os exames radiográficos devem ser feitos com o uso de avental de proteção. Porém, a radiografia deve ser evitada no primeiro trimestre de gestação, e só deve ser realizada em situações de extrema necessidade.
Verdade: a periodontite (processo inflamatório de todos os tecidos localizados ao redor dos dentes e que também são responsáveis pela sua fiação) pode causar o parto prematuro. Os microorganismos presentes na placa bacteriana percorrem a corrente sanguínea e estimulam a produção da prostaglandina, uma substância hormonal, que provoca contrações do útero, acelerando o trabalho de parto.

Sobre a Condor

Higiene Bucal, Beleza, Limpeza, Pintura Artística e Imobiliária são os segmentos de negócios da Condor, empresa genuinamente brasileira, e com a maior fábrica de escovas da América Latina.

A empresa fundada pelo imigrante alemão Augusto Emílio Klimmek, em 1929, na cidade de São Bento do Sul, interior de Santa Catarina, está presente em mais de 100 mil pontos de vendas do Brasil e exporta para mais de 30 países. Lidera o mercado de escovas dentais infantis, escovas para limpeza, escovas e pentes para cabelos e pincéis artísticos, seguindo firme no posicionamento de ser a maior referência brasileira no setor de utensílios e acessórios para cuidados pessoais e com o lar.

Nestes quase 90 anos de história, a Condor se tornou uma das marcas mais presentes nos lares brasileiros, e suas duas unidades fabris, que somam 53 mil metros quadrados de área construída, estão instaladas na cidade de São Bento do Sul. Seus 1300 colaboradores se revezam em turnos na produção de mais de 1500 produtos.

Site: http://www.condor.ind.br/ / SAC: 0800 47 6666


 

Osklen abre loja de temporada no Uruguai

Localizada em Punta Del Este, a loja ficará aberta até início de março de 2019


A Osklen acaba de reabrir sua loja de temporada em Punta Del Este, Uruguai, no bairro de Manantiales. Esta é a nona temporada em que a marca abre o espaço na cidade, sempre no mesmo endereço, para atender a clientes e turistas de todo o mundo que passam as férias por lá.

Localizada em uma região de belíssimas praias, restaurantes e bares badalados, a loja conta com 120m², que promete agradar os fãs da marca durante toda a temporada de verão.

Os residentes e turistas poderão conferir a coleção de Verão ASAP Oceans e também uma seleção exclusiva com looks praianos sofisticados. A loja temporária fica aberta todos os dias, das 10h às 22h (exceto 25 de dezembro), no endereço Ruta 10, km 164.5, Manantiales.