ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Governo do Estado autoriza prosseguimento de obras para despoluição da Billings

O edital de licitação prevê investimentos de R$ 128 milhões para parte do Programa Pró-Billings

O Governo do Estado e a Sabesp autorizaram nesta sexta-feira (20) em São Bernardo do Campo a publicação do edital de licitação para prosseguimento das obras do Programa Pró-Billings, que tem como objetivo a melhoria ambiental da Represa Billings. Estiveram presentes no evento o
governador Geraldo Alckmin, o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, o presidente da Sabesp, Jerson Kelman, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e autoridades locais.

O Pró-Billings abrange obras para coleta, afastamento e tratamento de esgoto e conta com recursos da Sabesp, do BNDES e da Agência de Cooperação Internacional Japonesa (JICA). O lote a ser licitado inclui a construção de 34 Estações Elevatórias de Esgotos (EEE), 60 quilômetros de tubulações para coleta e afastamento dos dejetos e 7.566 ligações domiciliares em bairros como Jardim Laura, Las Palmas, Pinheirinho, Los Angeles, Represa e Imigrantes, em São Bernardo. Com investimento de R$ 128 milhões, a previsão é que as obras sejam concluídas em quatro anos.

Desde 2011, quando o projeto começou, já foram assentados ligações secundárias e parte do Coletor-Tronco Touros, principal tubulação que levará o esgoto para a Estação de Tratamento de Esgotos ABC, na divisa de São Paulo com São Caetano do Sul. No total, o Pró-Billings inclui o assentamento de 100 km de redes coletoras de esgoto, 44 km de coletores-tronco e linhas de bombeamento, três EEEs principais e 36 EEEs locais, de menor porte. O investimento de R$ 250 milhões beneficiará 250 mil habitantes.

Aumenta o tratamento de esgoto no Riacho Grande

Durante o evento, também foi inaugurado o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Riacho Grande. Com investimentos de R$ 26,5 milhões inseridos na terceira etapa do Projeto Tietê, a obra beneficia 11.500 moradores dos bairros Parque Riacho Grande, Tupã, Vila Pelé, Capelinha,Tozzi, Estoril, Finco e Yara Praia. O empreendimento engloba o assentamento de 40 km de novas redes coletoras de esgoto, 1.500 ligações domiciliares e 14 estações elevatórias de esgotos (EEE) que são responsáveis por bombear os dejetos até a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Riacho Grande.