ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quinta-feira, 12 de maio de 2016

AECIO NEVES QUASE SOFRE ATENTADO APÓS VOTAÇÃO DA ADMISSÃO DO IMPEACHMENT

O Senador Aecio Neves foi avisado por um popular, numa ligação através do canal "Alô Senado" que estava na mira de sofrer um atentado. O cidadão que fez a ligação, passou a placa de um carro roubado em Minas Gerais, "Fiat Palio" e que os passageiros do veículo estariam incumbidos de realizar um possível atentado. 

A PM checou a placa e constatou que de fato o veículo havia sido roubado e a Polícia Civil passou a fazer uma escolta discreta ao Senador.

MARCELA TEMER TEVE SEU CELULAR HACKEADO E O BANDIDO JÁ ESTÁ PRESO




A nova primeira dama do Brasil, Marcela Temer, havia um mês que estava sendo chantageada por um hacker que invadiu o seu celular. A moça abriu um e-mail e todos os seus dados foram roubados. A família pagou R$15 mil reais exigidos e o bandido continuou a chantagem pedindo mais.

O então Secretário de Segurança/SP e agora Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, cuidou do caso e prendeu o sujeito ontem. O meliante de nome Silvonei José de Jesus Souza, teve o seu computador confiscado pela justiça e já havia sido indiciado por outros crimes. A polícia suspeita de mais três pessoas envolvidas.

AECIO NEVES E RENAN CALHEIROS NA MIRA DA JUSTIÇA

Agora vai começar o efeito dominó no governo... Primeiro Cunha, agora Dilma... Os próximos passos do STF serão as investigações de Aécio Neves e Renan Calheiros.


O Ministro Gilmar Mendes abriu inquérito contra o Senador Aécio Neves para apurar o seu envolvimento em um esquema de corrupção em Furnas. O envolvimento de Aécio foi delatado por Delcidio do Amaral,o doleiro Alberto Yousseff e pelo lobista Fernando Moura. Segundo as testemunhas, ele teria recebido R$4 milhões em propina.


Renan Calheiros também está enrolado. O Ministro Edson Fachin do STF, vai denunciar Renan Calheiros (PMDB-AL) como Réu no caso "Monica Veloso", sob a acusação de crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso. No caso, Renan teria feito um acordo com a Construtora Mendes Junior, onde apresentaria emendas favorecendo a empreiteira em troca do custeio das despesas da sua então amante Monica Veloso.