ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Temer defende geração de empregos no Paraná‏




O presidente em exercício Michel Temer participou, nesta terça-feira (28), da inauguração da fábrica de celulose da Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, localizada no município de Ortigueira, no Paraná. Durante entrevista à imprensa, Temer destacou que o novo empreendimento gera, apenas neste primeiro momento, mais de 1.500 postos de trabalho, além de oferecer trabalho a cerca de 40 mil pessoas durante a construção da fábrica, “o que mostra as potencialidades do Brasil”, ressaltou.

O presidente reforçou também a integração entre o Executivo e o Congresso Nacional, conquistada pelo atual governo, possibilitando a aprovação de projetos relevantes para o País. Entre eles está o projeto que solucionou as dívidas dos estados com a União. “Apenas no Paraná, cerca de R$ 500 milhões serão reinvestidos gerando ainda mais empregos”, argumentou citando, ainda, a limitação dos gastos públicos proposta pelo governo, com emenda constitucional já encaminhada ao Congresso.


www.baladadafada.com.br
facebook/baladadafada

sexta-feira, 24 de junho de 2016

PEDALADAS FISCAIS DE FERNANDO HADDAD GEROU DEFICIT DE R$90 MILHÕES


Fernando Haddad
Relatório técnico do TCM traz risco à aprovação das contas de Haddad de 2015, alerta Natalini

Um relatório técnico de 501 páginas (link abaixo), elaborado por auditores do Tribunal de Contas do Município, compromete as contas de 2015 do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. “Existem 35 infringências gravíssimas”, aponta o vereador Gilberto Natalini (PV-SP).

Ao todo os auditores indicaram 190 infringências. As contas de Haddad serão apreciadas pelo TCM na próxima quarta-feira, dia 29. Além das 35 gravíssimas, Natalini levantou outras 41 faltas graves, 112 recomendações e 2 itens prejudicados. “Faço um apelo para que os senhores conselheiros do TCM votem tecnicamente, conforme o ótimo relatório produzido pelos auditores”, afirma Natalini (ofício do vereador aos conselheiros do TCM no link abaixo).

Em seu balanço apresentado no final de março, o prefeito de São Paulo apresentou um superávit de R4 3,9 bilhões nas contas de 2015. O relatório do TCM concluiu, porém, que houve um déficit – não um superávit – de R$ 90 milhões. “Haddad fez todo o tipo de pedaladas”, relata o vereador do PV. “De forma recorrente, o prefeito pegou recursos de investimentos e jogou no custeio da máquina administrativa. Isso é gravíssimo”.

Quatro conselheiros devem votar a aprovação ou a rejeição do parecer técnico sobre as contas do prefeito. Se houver empate, o voto decisivo será do presidente do TCM. Depois caberá à Câmara Municipal apreciar a decisão dos conselheiros.


Gilberto Natalini (PV)
aponta as pedaladas de Haddad
Pedaladas

Entre as diversas manobras efetuadas pela Prefeitura e apontadas no relatório do TCM, Natalini selecionou os seguintes oito exemplos:

- O município adiantou irregularmente dinheiro do caixa da Prefeitura para 18 obras do PAC (recursos federais), o que prejudicou outros investimentos na cidade. Agora, falta o ressarcimento federal de R$ 327,6 milhões.

- O governo municipal lançou mão de recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Trânsito para construir ciclovias e pintar faixas, o que é irregular.

- As empresas CET e SPTrans prestaram serviços de R$ 15,2 milhões sem cobertura orçamentária e precisam ser ressarcidas por indenização.

- O prefeito usou R$ 33 milhões para suplementar dotações orçamentárias em maio de 2015, com superávit do balanço de 2014. Só que em junho de 2015 o TCM apontou ter havido déficit – e não superávit – em 2014.

- No lugar de aproveitar o superávit de R$ 44 milhões verificado na área de Educação em 2014, conforme previsto em lei, a Prefeitura alocou dinheiro corrente, do Tesouro Municipal, no pagamento de despesas do setor em 2015.

- Não existe comprovação de repasse de 5% da arrecadação com multas para o Fundo Nacional de Segurança do Trânsito em 2015, de acordo com determinação legal.

- Em outra afronta à legislação, a Prefeitura passou para a Secretaria de Finanças, por decreto, a gestão das contas das Operações Urbanas que, por força de lei, cabe à SP Urbanismo.

- A Prefeitura usou recursos de investimento do Fundo Especial do Meio Ambiente para despesas de custeio nos parques municipais.


Documentação:

- RAF 2015

- Oficio TCM - 24 de junho de 2016

- Contas de Haddad de 2015

domingo, 19 de junho de 2016

SP ganha primeiro AME exclusivo para idosos

Unidade ambulatorial do governo do Estado oferecerá atendimento em 21 especialidades para idosos com 60 anos ou mais da zona Oeste da capital

O governador Geraldo Alckmin inaugurou nesta sexta-feira, 17 de junho, o primeiro Ambulatório Médico de Especialidades (AME) do Estado de São Paulo voltado exclusivamente para a população idosa.

O “AME Idoso”, situado no bairro da Lapa, zona Oeste da capital paulista, contará com atendimento em 21 especialidades médicas e não-médicas (veja todas abaixo) e equipe multidisciplinar voltada para o público a partir dos 60 anos de idade. A unidade será gerenciada em parceria com Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

O serviço, totalmente adaptado para facilitar o acesso aos idosos, receberá pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde da região oeste, que atendam aos critérios de admissão.

Com investimento total de R$ 10,7 milhões para obras e equipamentos, o AME também contará com serviços de assistência social e reabilitação que serão implantados de forma gradativa. Ao atingir plena capacidade, o ambulatório do governo do Estado poderá realizar mais de 136 mil atendimentos anuais, entre consultas médicas e não-médicas, cirurgias ambulatoriais, exames, atendimentos de odontologia e atendimentos em grupo.

"O envelhecimento populacional e o aumento da proporção de idosos na população é uma realidade, e a zona Oeste da capital paulista é uma das regiões com elevada presença dessa faixa etária. Por isso a preocupação em oferecer um atendimento ambulatorial e assistência especializados para esse público, com instalações modernas e equipe altamente especializada”, afirma David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

O AME Idoso Oeste faz parte do programa "São Paulo – Amigo do Idoso", baseado no projeto "Envelhecimento", da Organização Mundial de Saúde (OMS). O serviço fica na Rua Roma 466, Lapa. O horário de funcionamento será das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.



Especialidades médicas:

Cardiologia, Dermatologia, Geriatria, Endocrinologia, Otorrinolaringologia, Ginecologia, Neurologia, Oftalmologia, Reumatologia, Urologia.

Especialidades não médicas:

Assistência Social, Arteterapia, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Terapia Ocupacional.

Serviço de Apoio Diagnóstico:

Audiometria, Colposcopia, Dioptria, Ecocardiograma, Eletrocardiograma, Fundo de Olho, Holter, Mapa, Nasofibroscopia, Odontológico, Pressão Intraocular, Raio-X Simples, Teste Ergométrico, Ultrassonografia Simples e com Doppler.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Sopa de Chocolate é atração para os namorados no Festival da CEAGESP


O Festival de Sopas CEAGESP programou para o Dia dos Namorados uma Sopa de Chocolate com Frutas. O sabor especial estará no cardápio apenas no domingo, 12 de junho. Porém, as sopas desta semana (de quarta a domingo) são de dar água na boca: Sopa de Chilli Mexicano, Sopa de Mandioca Cremosa com Carne, Sopa de Yakisoba e Creme de Formaggio com Zucchini, além da tradicional Sopa de Cebola, nas versões gratinada e sem gratinar.

Para saborear à vontade todas as sopas do Festival, quantas vezes quiser, o preço é fixo em R$ 33,90 por pessoa. Bebidas, sobremesas e antepastos são cobrados à parte. Toda semana, tem sopa diferente no cardápio, quando novos sabores substituem os do período anterior. Mas a Sopa de Cebola permanece fixa no cardápio de todas as semanas.

O preço inclui ainda os complementos das sopas como pães, croutons, queijo ralado, pimentas e outros itens, que ficam próximos ao local onde são servidas as sopas. O Festival de Sopas CEAGESP também oferece uma carta de vinhos de várias nacionalidades, sucos, refrigerantes e outras opções de bebidas. Entre as sobremesas, o destaque é para o merengue de morango.

O Festival funciona de quarta a domingo no Espaço Gastronômico CEAGESP. Às quartas, quintas e domingos, o horário é das 18h à meia-noite. Às sextas e sábados, fica aberto até as 2h da manhã. A entrada é pelo portão 4 da CEAGESP (altura do 1.946 da avenida Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina, zona oeste da capital). O estacionamento, no mesmo local, tem preço fixo de R$ 10.


FESTIVAL DE SOPAS CEAGESP

Quando: Até 21 de agosto – De quarta a domingo
Horário: Quartas, quintas e domingos, das 18h à meia-noite; sextas e sábados, até as 2h da manhã
Onde: Espaço Gastronômico CEAGESP – Portão 4 da CEAGESP (altura do 1.946 da av. Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina, zona oeste da capital) – Estacionamento a R$ 10
Preço: R$ 33,90 por pessoa (Bebidas, sobremesas e antepastos cobrados à parte)
Site: www.festivaisceagesp.com.br