ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Ministra Kátia Abreu repudia versões



A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, distribuiu nota à imprensa esta tarde para contestar versões publicadas a respeito da decisão de suspender sua viagem à Rússia, acompanhando a comitiva do vice-presidente, Michel Temer, ao exterior.

Segundo a ministra, essas versões procuram intrigá-la com o vice-presidente e com seu partido, o PMDB, além de estimular a ideia de ruptura dentro do governo, o que ela repele enfaticamente.

A íntegra da nota:

“A propósito de versões divulgadas nos últimos dias a respeito de minha ausência na comitiva do Vice-Presidente Michel Temer ao exterior, esclareço, em primeiro lugar, que minhas relações políticas e pessoais com a presidenta Dilma Rousseff e o Vice-Presidente, Michel Temer, não são excludentes.

Sou fiel, antes de tudo, ao meu país, e integro com lealdade e disciplina, o governo da presidente Dilma Rousseff – assim como o Vice-Presidente, que tenho na conta de aliado dedicado.

Lamento versões que exploram circunstâncias para contaminar o ambiente político, absorvendo intrigas dos que estão empenhados em produzir a cizânia.

Informo que mudei um roteiro que me levaria à Coréia do Sul, Cingapura e Malásia para integrar a comitiva do Vice-Presidente da República à Rússia, o que retira qualquer sentido à versão sobre a minha permanência no Brasil.

Estou em tratamento ortopédico no Hospital Sarah Kubistchek, ao qual compareci nos últimos dias para exames, que incluíram ressonância magnética do joelho e tomografia computadorizada do tornozelo, para acompanhamento de lesões sofridas nas muitas viagens que fiz no exercício do cargo que ocupo.

Além disso, contribuiu para a decisão de não viajar o notório esforço de cortes orçamentários pela equipe econômica, que afetam todos os ministérios e impõem atenção e acompanhamento para que sejam aplicados de forma seletiva e estratégica por cada ministro.

Não me neguei igualmente a participar do programa partidário do PMDB, conforme a mais recente intriga publicada – restando aí outra versão caluniosa.

Apresentei-me para a gravação, que foi reagendada, deixando aprovado o texto com minha fala”.


Kátia Abreu,
Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento