ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Civilização Maya no Centro Cultural BNB-Fortaleza

Exposição mostra história da cultura e da civilização Maya no Centro Cultural BNB-Fortaleza







Uma exposição que mostra parte da história da civilização Maya será aberta no Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108), na próxima sexta-feira, 29, às 18 horas. Denominada ROTA MAYA, a exposição ficará em cartaz até o próximo dia 08 de maio. Com entrada franca, a mostra resulta de parceria entre o BNB e a Câmara de Comércio El Salvador-Brasil.
O acervo da exposição conta com mais de 140 peças, entre réplicas e originais com mais de 1.800 anos de existência. As peças variam entre máscaras, frascos de perfumaria, pratos e estatuetas, além de variadas peças arqueológicas. Os textos, fotos, estandartes e materiais adequados ao tema compõem o cenário perfeito para mergulhar no universo desta exposição cheia de mistérios, ciência, arte, escrita, arquitetura, matemática e astronomia.
A história da civilização Maya começou no ano de 1.800 a. C., quando surgiram os primeiros acampamentos na região de Soconusco. Com o tempo nasceram grandes centros de cultura, religião e comércio, que impulsionavam os Mayas ao desenvolvimento.
Durante a história dos Mayas, foi desenvolvido um acervo cultural admirado até hoje. A arte Maya, com seus entalhes em madeira e pedra, é considerada por muitos como uma das mais belas da era Clássica. Muitas amostras de arte Maya permanecem disponíveis atualmente – incluindo cerâmica, murais, esculturas e a impressionante arquitetura dos seus sítios arqueológicos. Os Mayas também são responsáveis pela primeira linguagem escrita do continente americano – o alfabeto conhecido como hieróglifos Mayas.
Desde a queda da civilização Maya, em 1695, seu legado cultural continua encantando milhões de pessoas mundo afora. Em 2005, o sítio arqueológico de Chichen Itza, foi eleito uma das 21 maravilhas construídas pelo homem no mundo atual, ao lado de monumentos como a Torre Eiffel, a Grande Muralha da China e o Cristo Redentor.

Cultura e civilização Maya
A cultura Maya floresceu há 4.600 anos, quando tribos nômades agruparam-se e se estabeleceram em terras hoje situadas no México, Belize, Guatemala, Honduras e El Salvador. Representantes da cultura mais desenvolvida da América pré-colombiana, os Mayas dominavam conhecimentos como complexa arquitetura monumental, sistema numérico com base em sequência vigesimal, calendários precisos, inclusive calendário solar de 365 dias que permitia precisar data passada ou futura em espaços de milhares de anos, assim como conhecimentos astronômicos que permitiam definir ciclos estelares regulares e que continham uma cosmovisão integradora de espaço e tempo.
A civilização Maya teve características próprias que a situa entre as grandes civilizações da história da humanidade, cidades-estado governadas por uma pessoa que concentrava o poder político, civil e religioso, sociedade estratificada e linguagem que combinava logogramas e símbolos fonéticos que permitiam expressar qualquer ideia e relatar feitos heroicos. Os Mayas foram os únicos a alcançar tal conhecimento em toda civilização pré-colombiana.
A região da América Central, com uma extensão de aproximadamente 540 mil km2, ofereceu aos Mayas montanhas de bosques, vulcões, onde eles construíram sítios arqueológicos imprescindíveis, além de possuir vales férteis, lagos e praias banhadas pelas águas do Pacífico e Atlântico com suas areias de erupções vulcânicas. Como contrapartida, recebeu um abundante acervo arqueológico, em grande parte ainda inexplorado, e uma vasta cultura representada na produção de artigos de barro, cerâmica, bambu, plumas, madeira e têxteis confeccionados pela criatividade dos artesãos mayas e transportados para a exposição ROTA MAYA.