ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Prorrogado período de inscrições de escolas para visitas gratuitas à Bienal do Livro de SP‏

Escolas ganham prazo até 12 de julho para inscrever suas turmas de estudantes no programa de visitação do evento

Foi prorrogado até o dia 12 de julho o prazo para que as escolas públicas ou privadas realizam a inscrição de suas turmas de estudantes para participarem do programa de visitação gratuita à 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Para realizar as inscrições, os responsáveis pelas escolas devem entrar no site da Bienal do Livro (www.bienaldolivrosp.com.br), acessar a área VISITANTE, e, a seguir, VISITAÇÃO ESCOLAR, seguir as instruções indicadas e preencher os dados solicitados.

Para receber os estudantes e também as demais crianças e adolescentes que visitarem o evento, a organização da feira – que acontece de 12 a 22 de agosto de 2010, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, zona norte da capital paulista – preparou uma programação especial com diversas atividades e atrações culturais e educativas voltadas ao entretenimento e ao estímulo ao hábito da leitura.

Entre as inúmeras atrações, destaque para dois espaços pensados e preparados para mostrar às crianças e adolescentes a magia que envolve o mundo do livro: “O livro é uma viagem”, organizado pelo IPL (Instituto Pró-Livro); e “Fábulas da Turma da Mônica”, que tem a curadoria do desenhista Maurício de Sousa, criador da famosa turma de personagens de histórias em quadrinhos brasileiras.

“O livro é uma viagem”

O espaço “O livro é uma viagem” pretende passar a sensação para as crianças e adolescentes de que estão, de fato, entrando nas histórias de um livro. No circuito, que levará cerca de 30 minutos para ser percorrido, haverá atividades educativas e lúdicas com as quais os participantes terão a oportunidade de interagir, como o túnel de livros e o labirinto de páginas, isso tudo envolto em um ambiente com cenografia, sonoplastia e recursos multimídia digitais especialmente concebidos.

Os visitantes serão estimulados a interagir com painéis temáticos, com imagens digitais e com atores que interpretam personagens da literatura infanto-juvenil universal. A língua portuguesa e a cultura lusófona também terão destaque no local. A expectativa é que as crianças sintam-se como personagens dentro de um livro.

O espaço, de 500 m2, funcionará ao longo dos 11 dias de evento, estando preparado para receber até 3.000 crianças por dia. “O projeto ‘O livro é uma viagem’ foi concebido para que a criança e o adolescente sejam encantados pela magia do livro, e que tenham uma visão muito positiva do que ele representa. Desde a entrada da instalação, que tem o formato de uma capa de livro, a idéia é que se sintam entrando literalmente em um livro”, afirma Zoara Failla, gerente executiva de Projetos do IPL (Instituto Pró-Livro), entidade responsável pela concepção e coordenação do espaço.

Assim, a atração “O livro é uma viagem” oferece às crianças e adolescentes a possibilidade de viajar pelo livro e com o livro, para que descubram que ele pode levar a instigantes e prazerosas descobertas. “Além disso, mostrará que as novas tecnologias, desde que usadas de forma lúdica e desafiante, podem ser aliadas para atrair crianças e jovens para o livro”, diz Zoara.

“Fábulas da Turma da Mônica”

Considerado um dos maiores nomes do desenho em nosso país, Maurício de Sousa está cuidando pessoalmente da preparação do espaço “Fábulas da Turma da Mônica”, que ocupará 200 m2 da Bienal Internacional do Livro de São Paulo de 2010.

Segundo Edson Santos, gerente de Eventos e Promoções da Maurício de Sousa Produções, e também um dos responsáveis pelo projeto, a expectativa é receber grande parte das crianças que visitarem a feira, tanto alunos das visitações escolares programadas, como os pequenos que forem acompanhados pelos pais e familiares. “O principal objetivo é que as crianças possam se divertir e brincar em nosso espaço temático”, afirma.

Ele explica que o “Fábulas da Turma da Mônica” é um espaço lúdico, inspirado no universo do livro e das fábulas, incluindo as brasileiras, sempre envolvendo de forma criativa os personagens criados por Maurício de Sousa.

As principais atrações são: a Doce Casinha, que reúne vários jogos inspirados nas histórias de bruxa do conto João e Maria; a Penteadeira Real, onde as crianças serão maquiadas, penteadas e caracterizadas como personagens das fábulas; o Labirinto Floresta, formado por troncos de árvores para dificultar o caminho das crianças, como na história de Chapeuzinho Vermelho; o Despoluidor de Rio, em que, com atiradores de bolinhas, as crianças ajudam a limpar o rio da Pequena Sereia; a Pebolinha, tradicional jogo de pebolim, mas com os jogadores em formato de soldadinhos de chumbo; e o Livro das Fábulas, que tem teatro de fantoches e várias brincadeiras para as crianças.

Dez monitores receberão a cada 15 minutos grupos de até 50 crianças simultaneamente para ali brincarem. “O espaço é, de fato, um projeto artístico, concebido pelos estúdios Maurício de Sousa e finalizado a mão por artistas”, explica Edson.

Para visitar a Bienal do Livro

Ao acessar a área VISITAÇÃO ESCOLAR ((www.bienaldolivrosp.com.br/Visitantes/Visitacao-Escolar/) do site da Bienal do Livro, os representantes das escolas devem preencher o cadastro.

O sistema contém os dados das escolas que se cadastraram na última edição do evento, em 2008. Se for este o caso, para acessar o cadastro basta informar o CNPJ da escola e o e-mail de contato, tendo acesso aos dados cadastrais, agenda da visita e emissão de recibo do estacionamento para ônibus. Para as escolas que vão participar pela primeira vez, o cadastramento se inicia com a inserção do CNJP da escola e endereço de e-mail.

Vale lembrar que a entrada é gratuita para alunos agendados e todos os professores credenciados. A confirmação do agendamento será feita pelo e-mail cadastrado. As escolas confirmadas receberão um KIT ESCOLAR via correio, contendo: ofício de confirmação; crachás dos alunos; credencial do ônibus; e mapa de localização.

Os grupos contarão com o apoio de orientadores logo à chegada ao Pavilhão de Exposições do Anhembi. As visitas programadas acontecem somente nos dias 13, 16, 17, 18, 19 e 20 de agosto. As escolas terão à disposição vagas de estacionamento para seus ônibus, não gratuitas.

Trata-se, portanto, de um momento único para que as escolas estimulem, apóiem e conscientizem suas turmas sobre a importância do livro e a amplitude do universo editorial. Já os alunos terão oportunidade de aproveitar toda a extensa programação cultural preparada pela Bienal do Livro de São Paulo 2010 e também ter acesso à rica e vasta produção editorial apresentada no evento.

Programação cultural especial na Bienal do Livro 2010



Agora em 2010, a Bienal do Livro de São Paulo prepara uma extensa programação que oferecerá cultura, conhecimento e entretenimento aos mais variados públicos visitantes da feira. Para isso, convidou personalidades que oferecerão subsídios aos debates propostos, às atividades promovidas e às atrações especialmente produzidas para envolver o público, em um esforço que visa estimular e ampliar o hábito da leitura entre os brasileiros.



Além dos já citados Monteiro Lobato e Clarice Lispector, a Bienal do Livro 2010 abordará com destaque os temas Lusofonia e Livro Digital.



Já tradicional ao longo da história da feira, o Salão de Ideias promoverá por volta de 40 encontros encabeçados pelas personalidades convidadas pela organização do evento, que vão colocar em discussão os mais variados temas, como a literatura em suas diversas vertentes, a magia da história, esporte e literatura, vampirismo, entre muitos outros. O espaço é organizado por dois curadores: o jornalista Manuel da Costa Pinto, editor do programa Entrelinhas e apresentador do Letra Livre, ambos da TV Cultura; e o também jornalista e especialista em cinema Alexandre Agabiti Fernandez.



Neste ano, a Bienal do Livro também inova, com o lançamento do espaço Cozinhando com Palavras. Sob curadoria do chef, editor de livros gastronômicos e jornalista André Boccato, promoverá uma série de workshops e mesas de debates sobre gastronomia em livros. Para isso, o evento montará uma arena gastronômica onde chefs e outras personalidades terão contato direto com o público.



A organização da Bienal do Livro dedicou especial atenção à programação do Espaço do Professor, que terá como curadora a conceituada escritora Marisa Lajolo, também professora da Unicamp e Universidade Presbiteriana Mackenzie e palestrante internacional. O Espaço do Professor foi organizado na forma de um curso que tem o objetivo de capacitar professores a trabalhar o livro em sala de aula.



Sob curadoria da editora e consultora em educação Maria Tereza Rangel, a O Território Livre da Bienal do Livro será um espaço dedicado a promover debates sobre questões que envolvem o momento de escolhas e de definições da própria identidade dos jovens, incluindo aspectos culturais e do mercado de trabalho para este público.



O curador Walcyr Carrasco, renomado autor de novelas, escritor e membro da Academia Paulista de Letras, levará ao Palco Literário grandes nomes do teatro, cinema, música e televisão que farão um link entre a literatura e as demais expressões artísticas.



Para o público infantil, a Bienal do Livro preparou uma série de atividades destinadas a envolver e atrair as crianças para o mundo da leitura. A programação inclui duas séries especiais de atividades: o segmento temático O Livro é uma Viagem, organizado pelo IPL (Instituto Pró-Livro) e dedicado a promover a leitura desde cedo; e Fábulas com a Turma da Mônica, que tem como curador o próprio criador da turma de personagens de histórias em quadrinhos, Maurício de Sousa.



A Bienal do Livro 2010



A 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo prepara uma programação cultural rica e diversificada, composta por mais de 700 atividades distribuídas por pelo menos 400 horas durante seus 11 dias de duração (de 12 a 22 de agosto de 2010, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, zona norte da capital paulista).



Nesta edição, novos formatos, grande interatividade e a presença de escritores brasileiros e autores internacionais vão formar a grade mais pluralista dos 40 anos de evento.



Para enriquecer a programação, a organização da Bienal do Livro convidou conceituados profissionais para serem curadores das atividades culturais. Em 2010, a programação está focada em quatro temas principais: Monteiro Lobato; Clarice Lispector; Lusofonia; e Livro Digital.



Realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo tem o objetivo de ampliar a base de leitores e democratizar o acesso ao livro – com reflexos imediatos à cidadania.



A Bienal do Livro ocupará uma área de 60 mil metros quadrados (o equivalente a quase oito campos de futebol) do Pavilhão de Exposições do Anhembi e a expectativa é reunir 350 expositores do Brasil e de fora, que representam mais de 900 selos editoriais.



Terceiro maior evento do gênero do mundo – os dois maiores são a Feira do Livro de Frankfurt e a Feira Internacional do Livro de Turim –, a Bienal do Livro chega em 2010 a sua 21ª edição, sendo um grande ambiente cultural onde se apresentam, juntas, as principais editoras, livrarias e distribuidoras do país, que destacam seus lançamentos nesse período. Assim, além da diversificada oferta de livros de qualidade e de todos os segmentos, vale enfatizar que a feira oferece uma programação cultural ampla e variada desenvolvida especialmente para despertar o gosto pela leitura em todas as faixas etárias e classes sociais.



Vale ressaltar que o primeiro dia da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (12 de agosto) estará reservado à visitação exclusiva de profissionais do mercado editorial. Para o público em geral, o evento estará aberto, portanto, a partir do dia 13 e até o dia 22 de agosto.



Sobre a CBL



A Câmara Brasileira do Livro (CBL), fundada em 1946, tem como missão atender aos objetivos maiores de seus associados – hoje, são 600 – e ampliar o mercado editorial por meio da democratização do acesso ao livro e da promoção de ações para difundir e estimular a leitura.

Para cumprir de modo adequado essa missão, a entidade desenvolveu estratégias voltadas à promoção da leitura e ao fortalecimento do mercado editorial, ancorando-as em três eixos bem definidos e complementares: ações políticas capazes de garantir voz e peso institucional a um setor de atividade decisivo para a disseminação do conhecimento e da cultura; o desenvolvimento do negócio do livro em todos os segmentos da cadeia produtiva; e amplo apoio aos associados, não só na prestação de serviços importantes, mas também na articulação em torno de uma entidade de classe representativa.



Sobre a Reed Exhibitions



A Reed Exhibitions é a principal organizadora de eventos do mundo. Em 2007, a Reed reuniu mais de 7 milhões de profissionais ao redor do mundo, gerando bilhões de dólares em negócios. Hoje, os eventos da Reed estão presentes em 37 países, distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia e organizados por 38 escritórios próprios que empregam mais de 2.700 funcionários.



A Reed Exhibitions organiza exposições, conferências, congressos e reuniões. O portfólio contém mais de 470 eventos que atendem 44 setores da indústria, abrangendo: aeroespacial e aviação, automotivo, construção, eletrônicos, energia, engenharia, entretenimento, meio ambiente, alimentação e hospitalidade, presentes, saúde, TI, jóias, ciências naturais e farmacêutica, propriedades/imóveis, manufatura, máquinas e equipamentos educação médica, embalagem e transformação, impressão e comunicação visual, segurança, esporte e lazer, turismo. O estreito relacionamento da Reed com profissionais, associações de classe e órgãos governamentais assegura que cada evento seja de interesse e relevância para os mercados atendidos.



Como resultado, muitos eventos da Reed tornaram-se líderes em suas áreas. A Reed Exhibitions pertence à Reed Elsevier Group plc, uma companhia listada entre as 100 maiores da Bolsa de Valores de Londres e líder mundial na divulgação e geração de informações.



Sobre a Reed Exhibitions Alcantara Machado



Com escritório na cidade de São Paulo, a Reed Exhibitions Alcantara Machado conta com a colaboração de 140 funcionários e realiza mais de 30 feiras de negócios em todo o Brasil, dos mais diversos segmentos da indústria. Entre os objetivos da promotora, estão: propiciar aos expositores e seus clientes a oportunidade de incrementar negócios; trazer eventos internacionais para o Brasil; bem como realizar novas parcerias.



Serviços disponíveis

Para garantir maior conforto e segurança a visitantes e expositores, a promotora tem disponível no próprio evento alguns serviços, como posto médico, praça de alimentação, sala de imprensa, espaço das redes sociais, serviço de táxi, traslado Metrô-Pavilhão/Pavilhão-Metrô, guarda volumes, viagem e hospedagem.



Mais Informações:



21ª BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE SÃO PAULO

Data: 12 a 22 de agosto de 2010

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209 - São Paulo/SP

Site: www.bienaldolivrosp.com.br