terça-feira, 20 de abril de 2010

ULBRA institui Comitê de Acessibilidade

A Universidade Luterana do Brasil realizou na manhã desta terça-feira, 20.04, a posse do Comitê de Acessibilidade, no campus Canoas. O comitê visa implementar uma política institucional da qual fazem parte as estratégias de acessibilidade, equiparação de oportunidades e inclusão da Universidade com as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

O objetivo do projeto é reduzir os empecilhos tanto dos espaços construídos, quanto das atitudes que possam impedir ou dificultar o direito ao estudo e o acesso ao trabalho. A partir da assinatura, a ULBRA cumpre o primeiro passo de adesão à Campanha Nacional de Acessibilidade, promovida pelo Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE, promovendo a humanização e adequando a Universidade para receber as pessoas com deficiência.


O reitor da ULBRA, Marcos Fernando Ziemer, comentou a importância de colocar o projeto em prática: “Nosso papel como instituição é ser o agente de transformação a partir da integração social. Com este primeiro passo, hoje, estamos no caminho para encontrar soluções viáveis para o melhor acesso de todos ao campus.” O presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Paulo Kroeff destacou que, com a instituição do Comitê e ações propostas, a Universidade cumpre um dever de justiça social, moral e legal. Lembrou que Canoas se destaca na atenção à acessibilidade sendo uma das 31 cidades que têm Conselhos Municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência no Rio Grande do Sul. Humberto Lippo, gerente de Acessibilidade do IPESA, disse que esse Comitê pode servir como projeto piloto para ser implantado por outras instituições, por sinalizar e apontar soluções inovadoras.