ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Aulas de música promovem intercâmbio de culturas na educação infantil

Escola Internacional de Alphaville utiliza música em proposta interdisciplinar na Educação infantil

Em uma sala de aula, crianças constroem um ”pau de chuva”, típico dos povos indígenas da Amazônia que simula o som das chuvas no igarapé e entram em contato com instrumentos musicais como a kalimba e didgeridoo característicos de povos da áfrica e da Austrália. Estas são apenas algumas das atividades desenvolvidas pelos alunos da educação infantil da Escola Internacional de Alphaville nas aulas de educação musical. Despertar a sensibilidade dos pequenos para a expressão de suas ideias e sentimentos através da música e apresentá-los ao repertório dos ritmos e canções populares de modo prazeroso são os objetivos das aulas semanais ministradas por professores especialistas em educação musical e pesquisadores de música e cultura popular.

Além de aprender sobre ritmo, tempos, melodia, canto e instrumentos, os alunos realizam experiências divertidas de audição e execução musical. A relação entre música e corpo abre espaço para a dança e os jogos e brincadeiras rítmicas, por exemplo. A identificação de instrumentos musicais de diversas regiões do Brasil e do mundo propicia que oficinas de construção de instrumentos sejam realizadas.

As atividades estão pautadas pela interdisciplinaridade - com a integração de conhecimentos de diversas áreas através do conteúdo da música – e possibilitam, por exemplo, que ao estudar os desertos Africanos, os alunos conheçam os ritmos locais, brinquem e construam instrumentos típicos. Poesia, modos de registro musical e a multiplicidade de linguagens são outros aspectos trabalhados durante as aulas.

“Acreditamos que em um mundo tão sonoro e musical é praticamente impossível deixar a música fora da escola”, afirma Roberta Deliberato, Coordenadora do Kids“. “Também buscamos estimular nas crianças o desejo de ampliar seu repertório cultural, apresentando a produção artística de diversos povos de forma integrada ao nosso projeto educacional: uma escola brasileira de educação internacional”.

Responsáveis pelas aulas, os professores Amanda Ribeiro e Vinicius Medrado aliam a formação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo com a experiência como músicos profissionais, desenvolvendo pesquisas e trabalhos em Educação Musical, Música e Cultura Popular e Criação Musical. Desenvolveram diversos trabalhos em parceria com o Labrimp e o Lab_Arte (USP), a rede SESC e diversos Centros Culturais.

Mais sobre a Escola Internacional de Alphaville

Escola brasileira de educação internacional, a Escola Internacional de Alphaville tem dez anos de história. Criada por um grupo de educadores que queria oferecer a seus alunos um conhecimento diferenciado, ela foi construída na região de Alphaville (Barueri, São Paulo) para ser o que de fato é: uma das mais modernas do país. Atualmente, todos os alunos, desde o ingresso na escola (com três meses de idade) e até o Ensino Médio, convivem com o multiculturalismo e com a pluralidade do conhecimento. Aprendem a respeitar diferenças, as raças, as crenças, o meio ambiente e a sociedade. Ali, jovens de várias partes do mundo começam a vivenciar, desde cedo, as mudanças do mundo moderno.

Antes de entrarem na universidade, estes jovens já terão tido aulas de liderança, empreendedorismo, projeto de vida e um trabalho especial de coaching para alunos do ensino médio. A atividade de coaching, uma novidade em 2010, com sessões semanais em companhia de um professor orientador, aprimora os potenciais e identifica as áreas em que cada estudante necessita de maior reforço, preparando-os para a concretização de seus desejos pessoais e profissionais.

Regularmente, palestras exclusivas colocam alunos frente a frente com grandes personalidades do mundo dos negócios. Já passaram pela escola os presidentes da HSM, Microsoft, Korn/Ferry e Starbucks. A escola oferece ainda atividades extracurriculares como patinação artística, judô, natação e ginástica olímpica e mantêm atividades de sociabilização, como as aulas de traffic (trânsito) simuladas em uma minicidade montada na escola (The International Village). Já as aulas de Estudos do Meio dão oportunidade ao aluno de vivenciar os conteúdos das disciplinas através da interação direta com exposições artísticas e culturais e visitas a lugares históricos.

Desde o ensino fundamental, os alunos participam de mesas redondas, debates e seminários, que instigam o senso crítico e privilegiam a formação de líderes nas mais diversas áreas. A consciência social e ambiental é estimulada em atividades voluntárias como o projeto Janelas para o Futuro em que os estudantes do Ensino Médio dão aulas gratuitas de inglês, francês, espanhol, português, redação e informática para jovens de diferentes classes sócioeconômicas da região. A ação foi finalista do Prêmio Escola Voluntária – uma iniciativa da Rádio Bandeirantes e da Fundação Itaú Social –, tendo recebido menção honrosa por sua participação. Conhecedores da cultura de diversos países e com capacidade de se comunicar com fluência em vários idiomas – principalmente português, inglês e espanhol –, os alunos da Escola Internacional de Alphaville se preparam, ano a ano, para contribuírem para um mundo melhor.