ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quinta-feira, 25 de março de 2010

SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL‏

Representante norte-americano afirma que presidente Obama quer mais discussões sobre sustentabilidade


O desenvolvimento sustentável é uma das pautas do Fórum Urbano Mundial 5. Na manhã desta quinta-feira (25), em debate mediado pela ex-editora da BBC Asia, Rita Payne, foram apresentadas soluções sobre o tema, a partir da experiência de países como Estados Unidos e México.

O secretário do Departamento para Habitação e Desenvolvimento Urbano dos EUA, Ron Sims, comparou a luta por direitos civis no passado à luta das novas gerações por um futuro ecologicamente viável. "A jornada será longa e dura, mas nós não podemos perder a sustentabilidade”, disse. O secretário também revelou que o presidente dos EUA, Barack Obama, pede mais discussões como essa.

Martha Delgado, da Secretaria do Meio Ambiente da Cidade do México, pediu mais apoio financeiro à ONU e afirmou que os governos locais não têm tido um papel forte nas discussões. Já o conselheiro político do Ministério das Relações Exteriores da Noruega, Arvinn Eikeland Gadgil, propôs lideranças genuínas, visão holística e planejamento como soluções.

Na Finlândia, as cidades pequenas, de até 500 mil habitantes, são as que correm o maior risco de sofrer um desenvolvimento desorganizado. O ministro da Habitação finlandês, Jan Vapaavouri, chamou atenção ao tema.

Khailda Bouzar, diretora da Divisão Tecnológica, Industrial e Econômica da Unep (Programa das Nações Unidades para o Meio Ambiente), pediu o apoio de todos os atores sociais locais e um maior alinhamento em nível global.

Soluções apresentadas
A cidade do México apresentou fortes investimentos no transporte público. Por cerca de 20 dólares americanos é possível comprar um passe anual que dá direito a utilizar toda a rede de transporte da cidade. Sessenta mil táxis, de uma frota de 90 mil, foram trocados por veículos novos e menos poluentes.

Nos Estados Unidos bairros verdes estão sendo projetados. A idéia é criar mais espaços verdes (florestas urbanas) e até mesmo desenvolver uma agricultura urbana nos quintais das casas.

O ministro das Cidades, Marcio Fortes de Almeida, participou do debate perguntando da plateia se os interlocutores estão otimistas quanto ao futuro do meio ambiente. As respostas foram na maioria positivas, concordando com a posição do ministro.

Serviço
Fórum Urbano Mundial 5
Data: de 22 a 26/03/10
Local: Armazém 2 - Avenida Rodrigues Alves, Píer Mauá, Rio de Janeiro (RJ)