ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

terça-feira, 16 de março de 2010

DIVAS NO CINEMA

Apaixonadas, pérfidas, amorosas, vingativas, dominadoras, submissas, ensandecidas!

O que uma mulher, num gesto extremo, é capaz de fazer? Ou melhor, o que uma mulher, num gesto extremo, não é capaz de fazer?
Charlotte, Louise, Marlene, Beatrice, Carmen, Isabelle, Lili, Jane, Liv, Asia, Leandra, Sheryl, Lee, Rosane, Mae, Rita, Bette, Katharine, Liz, Dorothy, Martine, Lucyna, Andrey, Monica, Kati, Bibi, Shirley, Ursula, Glenda, Marie e Marianne certamente tem uma resposta para as perguntas acima.
Personagens intensas, passionais, tempestuosas e vulneráveis protagonizam esta mostra que mergulha em narrativas onde elas, mulheres enlouquecidas, apaixonadas e tremendamente obstinadas, são capazes de tudo.
E para aqueles que acham que toda essa loucura feminina só começou vir à tona após os anos da liberação sexual, a mostra apresenta filmes a partir dos anos 20 que comprovam que as mulheres já são alucinadas há muito tempo.
De Louise Brooks a Chartotte Gainsbourg, de Cleopatra a Salomé, loucas de amor, loucas pelo poder, loucas por sexo, loucas por dominação, loucas por loucura, ninguém segura essas mulheres!

Curador Convidado: Julio Miranda (Polytheama)
APOIO: Polytheama, Cinemateca da Embaixada da França, MPLC Brasil, Versatil, Lume Filmes e California Filmes

Os Filmes
Diário de uma Garota Perdida (Tagebuch einer Verlorenen – Alemanha – 1929 – 116 min.) Direção: G. W. Pabst .Com: Louise Brooks, André Roanne, Josef Rovenský, Fritz Rasp

O Anjo Azul (Der Blaue Engel – Alemanha – 1930 – 94 min.) Direção: Josef Von Sternberg. Com: Marlene Dietrich, Emil Jannings, Kurt Gerron, Rosa Valetti, Hans Albers, Hans Roth

Dama do Outro Mundo (Belle of the Nineties – EUA – 1934 – 73 min.) Direção: Leio Mc Carey. Com: Mae West, Roger Pryor, Johnny Mack Brown, Katherine DeMille, John Miljan.

A Mulher Satânica (The Devil is a Woman – EUA – 1935 – 79 min.) Direção: Josef Von Sternberg. Com: Marlene Dietrich, Lionel Atwill, Edward Everett Horton, Alison Skipworth, Cesar Romero.

Gilda (Gilda – EUA – 1946 – 111 min.) Direção: Charles Vidor. Com: Rita Hayworth, Glenn Ford, George Macready, Joseph Calleia, Steven Geray, Mark Roberts

A Malvada (All About Eve – EUA – 1950 – 138 min.) Direção: Joseph L. Mankiewicz. Com: Bette Davis, Anne Baxter, George Sanders, Celeste Holm, Hugh Marlowe, Marilym Monroe, Thelma Ritter.

Carmen Jones (Carmen Jones – EUA – 1954 – 104 min.) Direção: Otto Preminger. Com: Dorothy Dandridge, Harry Belafonte, Olga James , Pearl Bailey, Joe Adams, Brock Peters, Roy Glenn.

Lola Montés ( Lola Montés – França – 1955 – 106 min.) Direção: Max Ophus. Com: Martine Carol, Peter Ustinov, Anton Walbrook, Henri Guisol, Lise Delamare, Oskar Werner, Paulette Dubost.

De Repente No Último Verão (Sunddenly, Last Summer – EUA – 1959 – 112 min.) Direção: joseph L. Mankiewicz. Com: Katharine Hepburn, Liz Taylor, Montgomery Clift, Albert Dekker, Mercedes McCambridge, Gary Raymond.

Madre Joana Dos Anjos (Matka Joanna od Aniolow – Polônia – 1961 – 105 min.) Direção: Jerzy Kawalerowicz. Com: Lucyna Winnicka, Mieczyslaw Voit, Anna Ciepielewska. Maria Chwalibog.

Os Inocentes (The Innocents – Inglaterra – 1961 – 99 min.)
Direção: Jack Clayton. Com: Deborah Kerr, Peter Wyntgarde, Megs Jenkins, Pamela Franklin, Michael Redgrave.

Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's – EUA – 1961 – 114 min.) Direção: Blake Edwards. Com: Audrey Hepburn, George Peppard, Patricia Neal, Buddy Ebsen, Martin Balsam, José Luis de Villalonga.

Cleópatra (Cleópatra – EUA – 1963 – 248 min.) Direção: Joseph L. Mankiewicz. Com: Elizabeth Taylor, Richard Burton, Rex Harrison, Pámela Brown, George Cole, Hume Cronyn.

Deserto Vermelho (Il Deserto Rosso – Itália – 1964 – 113 min.) Direção: Micheangelo Antonioni. Com: Monica Vitti, Richard Harris, Carlo Chionetti, Xenia Valderi, Rita Renoir.

Marnie – Confissões De Uma Ladra (Marnie – EUA – 1964 –
130 min.) Direção: Alfred Hitchcock. Com: Tippy Hendren, Sean Connery, Diane Baker, Louise Lathan, Martin Gabel

Persona – Quando duas Mulheres Pecam (Persona – Suécia – 1966 – 84 Min.) Direção: Ingmar Bergman. Com: Liv Ulmann, Bibi Anderson, Margaretha Krook, Gunnar Bjornstrand.

Barbarella (Barbarella – França – 1968 – 98 min.) Direção:
Roger Vadim. Com: Jane Fonda, John Phillip Law, Anita Pallenberg, Milo O’Shea, Marcel Marceau.

Lua De Mel de Assassinos ( The Honeymoon Killers – EUA –
1969 – 108 min.) Direção: Leonard Kastle. Com: Shirley Stoler, T ony Lo Bianco, Mary Jane Higby, Doris Roberts, Ann Harris

O Amor (Szerelem - Hungria - 1971 - 88 min.). Direção: Károly Makk. Com: Lili Darvas, Mari Töröcsik, Iván Darvas, Erzsi Orsolya, László Mensáros.

Trabalhos Ocasionais de Uma Escrava (Gelegenheitsarbeit einer Sklavin – Alemanha – 1973 – 87 min.) Direção: Alexander Kluge. Com: Ursula Birichs, Alexandra Kluge, Bion Steinborn, Sylvia Gartmann, Traugott Buhre, Alfred Edel. LEGENDAS EM ESPANHOL

Betty Blue (Betty Blue – França – 1986 – 185 min.) Direção: Jean-jacques Beinex. Com: Béatrice Dalle, Jean-Hugues Anglade, Gérard Darmon, Consuelo De Haviland, Clémentine Célarié , Jacques Mathou.

Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos (Mujeres al Borde de un Ataque de Nervios – Espanha – 1988 – 89 min.) Direção: Pedro Almodóvar. Com: Carmen Maura, Antonio Banderas, Julieta Serrano, Maria Barranco, Fernando Guillén.

A Ultima Dança de Salomé (Salome`s Last Dance – Inglaterra – 1988 – 89 min.) Direção: Ken Russell. Com: Glenda Jackson, Stratford Johns, Nickolas Grace, Douglas Hodge, Denis Lill

Um Assunto de Mulheres (Une Affaire de Femmes – França – 1988 – 108 min.) Direção: Claude Chabrol. Com: Isabelle Huppert, François Cluzet, Nils Tavernier, Marie Trintignant, Lolita Chammah.

Rosalie Vai as Compras (Rosalie Goes Shopping – EUA – 1989 – 90 min.) Direção: Percy Adlon. Com: Marianne Sägerbrecht, Brad Davis, Judge Reinhold, Erika Blumberger, Willy Harlander , John Hawkes

A Garota da Fábrica de Caixas de Fósforos (Tulitikkutehtaan Tyttö – Finlândia – 1990 – 72 min.) Direção:Aki Kaurismäki. Com: Kati Outinen, Elina Salo, Esko Nikkari, Vesa Vierikko.

Twin Peaks – Os Últimos Dias de Laura Palmer (Twin Peaks: Fire Walk With Me – EUA – 1992 – 135 min.) Direção: David Lynch. Com: Sheryl Lee, Ray Wise, Peggy Lipton, Chris Isaak, Pámela Gidley, Eric DaRe

Corra Lola Corra (Lola Rennt – Alemanha – 1998 – 81 min.)
Direção: Tom Tykwer. Com: Franka Potente, Moritz Bleibtreu, Kerbert Knaup, Nina Petri, Armin Rohde.

Maldito Coração (The Heart is Deceitful Above All Things – EUA – 2004 – 97 min.) Direção: Asia Argento. Com: Asia Argento, Jimmy Bennett, Kara Kemp, Dylan Sprouse, Brent Almond.

Lady Vingança (Chinjeolhan geumjass – Coréia do Sul – 2005 – 114 min.) Direção: Chan-wook Park. Com: Lee Yeong-ae, Kim Shi-hoo, Kim Byeong-ok, Oh Dal-sul, Lee Seung-Shin, Kim Bu-Seon, Tony Barry, Anne Cordiner.

Nome Próprio (Nome Próprio – Brasil – 2007 – 120 min.) Direção: Murilo Salles. Com: Leandra Leal, Rosane Mulholland, Marta Nowill, Frank Borges, Luciano Bortoluzzi, Juliano Cazarré.

Anticristo (Antichrist – Dinamarca – 2009 – 109 min.)Direção:
Lars Von Trier. Com: Charlotte Gainsbourg, Willem Dafoe.

Grade de Programação à partir de hoje:

16.03
17h – Marnie – Confissões De Uma Ladra (130 min.)
19h - Persona – Quando duas Mulheres Pecam (84 Min.)
17.03
17h – Barbarella (98 min.)
19h - Lua De Mel de Assassinos (108 min.)
18.03
17h – O Amor (88 min.).
19h - Trabalhos Ocasionais de Uma Escrava (87 min.)
19.03
15h30 - Betty Blue (185 min.)
17h30– Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos (89 min.)
19h30 - A Ultima Dança de Salomé (Salome`s Last Dance – Inglaterra – 1988 – 89 min.)
20.03
15h30 - Um Assunto de Mulheres (108 min.)
17h30– Rosalie Vai as Compras (90 min.)
19h30 - A Garota da Fábrica de Caixas de Fósforos (72 min.)
21.03
16h30 – Twin Peaks – Os Últimos Dias de Laura Palmer (135 min.)
18h30 - Corra Lola Corra (81 min.)
23.03
17h – Lady Vingança (114 min.)
19h - Maldito Coração (97 min.)
24.03
17h – Nome Próprio (120 min.)
19h - Anticristo (109 min.)

Serviço
Mostra de Filmes MULHERES ALUCINADAS
09 a 24 de março de 2010.
Cinema 2
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
ENTRADA FRANCA
Apoio: Polytheama, Cinemateca da Embaixada da França, MPLC Brasil, Versátil e Califórnia Filmes
Classificação indicativa: 14 anos, com exceção de Anticristo e Maldito Coração que são 18 anos

Sinopses dos 32 filmes

1) Corra Lola, Corra (Lola Rennt – Alemanha – 1998 – 81 min.)
Direção: Tom Tykwer. Com: Franka Potente, Moritz Bleibtreu, Kerbert Knaup, Nina Petri, Armin Rohde.
Um arrepiante suspense pós MTV, um passeio de montanha-russa, CORRA LOLA, CORRA é a elogiada sensação internacional sobre dois amantes pouco convencionais que tem apenas alguns minutos para mudar o curso de suas vidas. O tempo esta passando para Lola (Franke Potente). Ela acabou de receber um frenético telefonema do namorado, Manni (Morits Bleibtreu), que perdeu uma pequena fortuna de seu chefe mafioso. Se Lola não repuser o dinheiro em vinte minutos, Manni vai certamente sofrer as dolorosas conseqüências. Embalado por uma vibrante trilha sonora techno, "Lola é rápido como uma bala perdida!" -Peter Rainer - New York Magazine.

2) Persona – Quando duas Mulheres Pecam (Persona – Suécia – 1966 – 84 Min.) Direção: Ingmar Bergman. Com: Liv Ulmann, Bibi Anderson, Margaretha Krook, Gunnar Bjornstrand.
Persona é simplesmente um dos maiores filmes da história do cinema, e uma das obras centrais do mestre Ingmar Bergman, apresentada aqui em versão integral restaurada e remasterizada. Uma atriz teatral de sucesso sofre uma crise emocional e emudece. Para se recuperar, parte para uma casa de campo, sob os cuidados de uma enfermeira, que a admira e tenta compreender a razão de seu silêncio. Isoladas, as duas mulheres desenvolvem uma relação de forte intensidade emocional. A impressionante seqüência inicial, as atuações viscerais de Bibi Andersson e Liv Ullman, a brilhante direção de Bergman fazem de Persona uma experiência cinematográfica fascinante e inesquecível.


3) Marnie – Confissões De Uma Ladra (Marnie – EUA – 1964 – 130 min.) Direção: Alfred Hitchcock. Com: Tippy Hendren, Sean Connery, Diane Baker, Louise Lathan, Martin Gabel.
O mestre do suspense Alfred Hitchcock cria um retrato fascinante de uma mulher perturbada e o homem que tenta salvá-la, nesse emocionante suspense psicológico. Tippi Hedren é Marnie, uma ladra compulsiva e mentirosa que vai trabalhar para Mark Rutland (Sean Connery), e tenta roubá-lo. Mark impulsivamente se casa com a bela encrenqueira, tentando descobrir as razões de seu comportamento obsessivo. Quando um terrível acidente ameaça sua mulher, Mark força Marnie a confrontar seu terror e seu passado, numa conclusão aterradora.

4) Os Inocentes (The Innocents – Inglaterra – 1961 – 99 min.)
Direção: Jack Clayton. Com: Deborah Kerr, Peter Wyntgarde, Megs Jenkins, Pamela Franklin, Michael Redgrave.
Algo de estranho e sinistro estava acontecendo naquela casa, pensou Senhorita Giddens (Debora Kerr), contratada como governanta para cuidar de Flora e Miles, dois irmãos que ficaram órfãos em circunstâncias misteriosas. Com o passar do tempo, Giddens acredita que existe alguma coisa escondida nas trevas da mansão, fazendo com que as crianças tenham um comportamento muito assustador. E a jovem governanta não sabe se terá forças para enfrentar esse perigo oculto na face de crianças, aparentemente inocentes demais para cometer algum mal. Será mesmo? Uma das mais completas adaptações para o cinema da obra de Henry James, “A Volta do Parafuso”, estrelada por Deborah Kerr em um de seus memoráveis desempenhos nas telas.

5) A Lua De Mel de Assassinos ( The Honeymoon Killers – EUA – 1969 – 108 min.) Direção: Leonard Kastle. Com: Shirley Stoler, Tony Lo Bianco, Mary Jane Higby, Doris Roberts, Ann Harris
Martha Beck (Shirley Stoler) é uma mulher de meia idade, robusta, enfermeira chefe de profissão, que inicia, através do "Clube da Amizade da Tia Carrie", uma relação amorosa, forte e exacerbada, com Raymond Fernandes (Tony Lo Bianco) cuja a ocupação é seduzir mulheres solitárias para extorquir dinheiro. São duas pessoas aparentemente normais que passam a provocar uma à outra, numa loucura crescente, que termina por jogá-las no caminho do assassínio. Baseado em uma história real o processo Lonely Hearts Killers, um caso mediático que apaixonou a América nos anos 40. Este filme foi filmado em preto e branco no estilo documentário. The Honeymoon killers é um retrato gritante do comportamento desesperado de um coração solitário que vai encontrar o amor verdadeiro através de brutais assassinatos que ultrapassam a todos os limites.

6) Lola Montés (Lola Montés – França – 1955 – 106 min.) Direção: Max Ophus. Com: Martine Carol, Peter Ustinov, Anton Walbrook, Henri Guisol, Lise Delamare, Oskar Werner, Paulette Dubost.
Este filme é a história de Lola Montès (1821-1861), uma dançarina e cortesã do século XIX que ficou célebre por romances escandalosos com o compositor Franz Liszt e com o Rei Ludwig I da Baviera. No final de sua carreira viria a ser a atração principal de um circo, nos estados Unidos, onde representava os episódios de sua vida extravagante.

7) Barbarella (Barbarella – França – 1968 – 98 min.) Direção: Roger Vadim. Com: Jane Fonda, John Phillip Law, Anita Pallenberg, Milo O’Shea, Marcel Marceau.
Barbarella é um filme marcado pela mesma audácia e originalidade, fantasia, humor, beleza e horror, crueldade e erotismo que tornaram essa personagem uma favorita das histórias em quadrinhos. O cenário é o planeta Lythion, no ano de 40.000 D.C., quando Barbarella (Jane Fonda), viajando pelo espaço, faz uma aterrissagem forçada. Ela é como uma James Bond feminina, enfrentando o mal, na forma de robôs e monstros. Ela também recompensa, com seu jeito desinibido, os homens bonitos que a ajudam em sua aventuras. Seja lutando contra os Guardas Negros, a diabólica Rainha, ou o anjo Pygar, ela simplesmente não consegue deixar de perder pelo menos uma parte de seu apertadinho traje espacial!

8) A Garota da Fábrica de Caixas de Fósforos (Tulitikkutehtaan
Tyttö – Finlândia – 1990 – 72 min.) Direção:Aki Kaurismäki. Com: Kati Outinen, Elina Salo, Esko Nikkari, Vesa Vierikko.
Uma jovem supervisora de embalagens de fósforo tem sua monótona vida modificada por um homem bem vestido que a convida para dançar e ir ao apartamento. Grávida e feliz, ela aprende sobre a realidade da vida quando o amado envia um cheque para o aborto. Um dos filmes mais belos da história do cinema, onde mostra todo o poder do silêncio e dos símbolos

9) Deserto Vermelho (Il Deserto Rosso – Itália – 1964 – 113 min.) Direção: Micheangelo Antonioni. Com: Monica Vitti, Richard Harris, Carlo Chionetti, Xenia Valderi, Rita Renoir.
Chuva, neblina, frio e poluição assolam a cidade industrial de Ravenna, na Itália. Ugo, o gerente de uma usina local, é casado com Giuliana, que sofre de uma desconhecida forma de depressão. As suas rápidas mudanças de humor afetam todos em seu redor, mas eles, como ela própria, fingem que nada está verdadeiramente errado. Apenas um homem se apercebe do verdadeiramente sobre o que se passa, a partir daqui embarcam num affair.. Em “O Deserto Vermelho”, Antonioni, no auge de sua forma, aborda os temas centrais de sua filmografia: a incomunicabilidade e a solidão do homem contemporâneo.

10) Madre Joana Dos Anjos (Matka Joanna od Aniolow – Polônia – 1961 – 105 min.) Direção: Jerzy Kawalerowicz. Com: Lucyna Winnicka, Mieczyslaw Voit, Anna Ciepielewska. Maria Chwalibog.
Passados no século XVII, o filme conta a história de freiras possuídas pelo demônio. Um dos primeiros filmes a tocar no tema de exorcismo, o filme é um clássico do cinema europeu, ganhando o Prêmio do Júri no Festival de Cannes de 1961.

11) Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos (Mujeres al Borde de un Ataque de Nervios – Espanha – 1988 – 89 min.) Direção: Pedro Almodóvar. Com: Carmen Maura, Antonio Banderas, Julieta Serrano, Maria Barranco, Fernando Guillén.
Numa das coberturas mais chiques da Espanha, três mulheres chegaram a seu limite psicológico. Super-sexy Pepa (Carmen Maura) sempre obcecada com Iván (Fernando Guillén), o amante que terminou com ela deixando um recado na secretária eletrônica! Sua melhor amiga, a neurótica Candela (Maria Barranco) procura refúgio na casa de Pepa, pois recentemente descobriu que seu amante é um terrorista shiita. E a ex-esposa de Ivan, Lucia (Julieta Serrano), acaba de voltar de uma estadia de 20 anos em uma instituição para doentes mentais. Elas são todas completamente malucas - na verdade, estão à beira de um ataque de nervos... e uma delas está prestes a cometer um assassinato, a menos que as outras amalucadas "femmes fatales" possam detê-la.

12) Twin Peaks – Os Últimos Dias de Laura Palmer (Twin Peaks: Fire Walk With Me – EUA – 1992 – 135 min.) Direção: David Lynch. Com: Sheryl Lee, Ray Wise, Peggy Lipton, Chiss Isaak, Pámela Gidley, Eric DaRe
Prelúdio para a famosa série de TV homônima. Vemos primeiramente as investigações do agente especial do FBI Chester Desmond no caso Teresa Banks. Então saltamos no tempo para uma semana antes do início da série, e acompanhamos todos os acontecimentos de Laura Palmer durante o eterno pesadelo até a hora de sua morte.

13) Diário de uma Garota Perdida (Tagebuch einer Verlorenen – Alemanha – 1929 – 116 min.) Direção: G. W. Pabst .Com: Loise Brooks, André Roanne, Josef Rovenský, Fritz Rasp
Thymian (Louise Brooks) é uma jovem e bela garota, que literalmente não vive um "conto de fadas". Sua governanta, Elizabeth, é despedida grávida, e logo depois encontrada morta por afogamento. No mesmo dia que soube da tragédia, seu pai contrata uma nova governanta, Meta. Meinert, um farmacêutico oportunista engravida Thymian. Quando ela recusa o casamento, o bebê é afastado, e Thymian é colocada em um rígido reformatório para meninas. A partir destes fatos, sua vida se transforma num pesadelo sem fim, com muitas reviravoltas, entre garota de bordel a uma respeitada Condessa.

14) Trabalhos Ocasionais de Um Escrava (Gelegenheitsarbeit einer Sklavin – Alemanha – 1973 – 87 min.) Direção: Alexander Kluge. Com: Ursula Birichs, Alexandra Kluge, Bion Steinborn, Sylvia Gartmann, Traugott Buhre, Alfred Edel.
Alguns meses na vida de um casal com filhos em meio a um movimento de protesto. Roswitha Bronski (Alexandra Kluge) é tocada pelo entusiasmo revolucionário. Primeiro, ela planeja mudanças no seio da família (“a mudança de casa é a menor forma de transformação social”). Depois, altera seu foco para ações fora do âmbito familiar, para ela mais fáceis.

15) Um Assunto de Mulheres (Une Affaire de Femmes – França – 1988 – 108 min.) Direção: Claude Chabrol. Com: Isabelle Huppert, François Cluzet, Nils Tavernier, Marie Trintignant, Lolita Chammah.
O filme, é uma adaptação do romance de Francis Szpiner, acompanha a ascensão financeira de Marie, interpretada por Isabelle Huppert. Casada, mãe de dois filhos, Marie, começa a fazer abortos, durante a ocupação alemã durante a segunda guerra, clandestinamente para ganhar dinheiro. Acompanha, com uma imparcialidade chocante, os personagens na decadente França ocupada pelos nazistas. O filme trata a dualidade em controvérsias. São abordados temas fortes como aborto, pena de morte e guerra. Trata também, ainda que de forma ampla, em segundo plano, de julgamentos, relação familiar

16) O Anjo Azul (Der Blaue Engel – Alemanha – 1930 – 94 min.) Direção: Josef Von Sternberg. Com: Marlene Dietrich, Emil Jannings, Kurt Gerron, Rosa Valetti, Hans Albers, Hans Roth
Immanuel Rath (Emil Jannings) é professor de literatura inglesa num colégio, onde é respeitado e temido pelos alunos. Um homem serio e turrão; porém é sexual e emocionalmente reprimido. Certo dia descobre que seus alunos estão fascinados por Lola (Marlene Dietrich). Uma cantora do cabaret " Der Blauer Engel". Ele decide visitar a boate para surpreender seus pupilos na farra. Ao sentar-se à mesa e pedir uma bebida, viu-se envolvido pela atmosfera e por Lola; começa então a decadência do homem. Descrita por Heinrich Mann: " O terror de um destino com amargo final".

17) Dama do Outro Mundo (Belle of the Nineties – EUA – 1934 – 73 min.) Direção: Leio Mc Carey. Com: Mae West, Roger Pryor, Johnny Mack Brown, Katherine DeMille, John Miljan.
Ruby Carter (Mae West) é uma famosa artista do burlesco, na agitada St. Louis. Tiger Kid (Roger Pryor) é um boxeador em ascensão que se apaixona por ela. Entre eles aparece o vigarista Ace Lamont, que não tira os olhos dos diamantes de Ruby. Como sempre, Mae West passa a perna em seus adversários e prova que nada a impedirá de ter os seus homens e seus diamantes. Uma das mais luxuosas produções de Mae West, este clássico inclui uma espetacular abertura com West variando o tipo de roupa até chegar vestida de Estátua da Liberdade.

18) A Mulher Satânica (The Devil is a Woman – EUA – 1935 – 79 min.) Direção: Josef Von Sternberg. Com: Marlene Dietrich, Lionel Atwill, Edward Everett Horton, Alison Skipworth, Cesar Romero.
O Diretor Josef Von Sternberg e sua maior descoberta, Marlene Dietrich, encerram a parceria neste derradeiro filme. Antônioi Galván (Cesar Romero), jovem militar com posto de oficial, conhece uma mulher misteriosa e atraente, Concha Perez (Dietrich), e logo, cai enfeitiçado em seus braços sedutores. Antônio confessa seu amor por Concha a um amigo, Don Pasqual (Lionel Atwill), um oficial do alto escalão e mais velho. Pasqual, fica aterrorizado com a paixão de Antônio; pois anos atrás, conhecera Concha, e teve com ela uma relação longa e desastrosa. Quando depois Pasqual encontra Concha com Antônio num festival, ele se descontrola, cheio de ciúmes, e desafia Antônio para um duelo mortal, pelo amor de Concha.

19) A Malvada (All About Eve – EUA – 1950 – 138 min.) Direção: Joseph L. Mankiewicz. Com: Bette Davis, Anne Baxter, George Sanders, Celeste Holm, Hugh Marlowe, Marilym Monroe, Thelma Ritter.
Desde o momento em que vislumbra seu ídolo pela porta do teatro, Eve Harrington (Anne Baxter) dirige-se impiedosamente rumo a seu objetivo: arrebatar as rédeas do poder da grande atriz Margo Channing (Bette Davis). A astuta Eve faz suas tramóias para conseguir o papel de Margo na Broadway, torna-se um sucesso e tumultua as vidas do namorado de Margo (Gary Merrill), do escritor de suas peças (Hugh Marlowe) e de sua esposa (Celeste Holm). Apenas o cínico crítico de teatro (George Sanders, vencedor do Oscar) consegue perceber as intenções de Eve, admirando sua audácia e o padrão perfeito de dissimulação.

20) Gilda (Gilda – EUA – 1946 – 111 min.) Direção: Charles Vidor. Com: Rita Hayworth, Glenn Ford, George Macready, Joseph Calleia, Steven Geray, Mark Roberts
Rita Hayworth cantando, de maneira sensualíssima, a canção "Put the blame on Mame" (Ponha a Culpa na Mame) ao tirar suas luvas num quase "strip tease". Ninguém discorda que essa cena é uma das mais memoráveis da história do cinema e o momento chave do clássico "Gilda". Dirigido com inegável elegância pelo húngaro Charles Vidor (1900-1959), o filme foi produto da safra de grandes filmes "noir" da década de quarenta. Porém, é impossível negar que Vidor não é o responsável pelo grande encanto da obra, pois "Gilda" deve todo seu frescor à iluminada presença da diva Rita Hayworth.

21) Cleópatra (Cleópatra – EUA – 1963 – 248 min.) Direção: Joseph L. Mankiewicz. Com: Elizabeth Taylor, Richard Burton, Rex Harrison, Pámela Brown, George Cole, Hume Cronyn.
Elizabeth Taylor, Richard Burton e Rex Harrison estrelam esta história de poder e traição - a vida da legendária Rainha do Nilo e sua conquista de Júlio César e Marco Antônio. Este é o retrato verdadeiramente inesquecível da beleza avassaladora que seduziu dois dos maiores soldados de Roma, Marco Antônio, e mudou o curso da história. De uma grandeza indescritível, este clássico ganhou prêmios Oscar® de Fotografia, Direção de Arte, Figurinos, Cenários e Efeitos Especiais.


22) Carmen Jones (Carmen Jones – EUA – 1954 – 104 min.) Direção: Otto Preminger. Com: Dorothy Dandridge, Harry Belafonte, Olga James , Pearl Bailey, Joe Adams, Brock Peters, Roy Glenn.
Camen Jones é uma das mulheres mais sensuais de todos os tempos. Que o diga o soldado Joe (Harry Belafonte), que perde a cabeça pela mulher e, após uma briga com seu sargento, deserta do regimento para fugir com Carmen. Mas Carmen Jones não é mulher de um só homem. Quando ela o troca por um lutador de boxe, Joe, inconformado, começa a planejar sua vingança. Baseado numa das óperas mais famosas da história, Carmen de Bizet, essa produção conta com a direção do aclamado Otto Preminger e uma das grandes interpretações de Dorothy Dandridge, indicada ao Oscar como a independente Carmen Jones.

23) De Repente No Último Verão (Sunddenly, Last Summer – EUA – 1959 – 112 min.) Direção: joseph L. Mankiewicz. Com: Katharine
Hepburn, Liz Taylor, Montgomery Clift, Albert Dekker, Mercedes McCambridge, Gary Raymond.
John Cukrowicz (Montgomery Cliff), um neurocirurgião interessado em conseguir recursos para o hospital onde trabalha, conhece Violet Venable (Katherine Hepburn), uma rica senhora da aristocracia que quer mandar fazer uma lobotomia em Catherine Holly (Elizabeth Taylor), uma sobrinha supostamente acometida de crises de loucura. Na verdade Violet teme que Catherine revele a homossexualidade de Sebastian, o filho de Violet, que morreu de forma violenta na Espanha. Há uma versão "oficial" do acidente, mas Catherine viu o que realmente aconteceu e assim sua tia tenta silenciá-la.

24) Nome Próprio (Nome Próprio – Brasil – 2007 – 120 min.) Direção: Murilo Salles. Com: Leandra Leal, Rosane Mulholland, Marta Nowill, Frank Borges, Luciano Bortoluzzi, Juliano Cazarré.
“Nome Próprio” conta a história de uma jovem mulher que dedica a vida à sua paixão, escrever. Camila é intensa, complexa e corajosa. Quer fazer de sua vida sua narrativa. Quer sua literatura como um ato de revelação. Para tal, se expõe em um Blog na internet. Em busca de sua paixão, Camila se entrega à vida com intensidade para fazer valer a sua literatura. Baseado na obra da escritora gaúcha Clarah Averbuck, a grande revelação que migrou do boom de "blogs"da internet brasileira para a literatura.

25) Lady Vingança (Chinjeolhan geumjass – Coréia do Sul – 2005 – 114 min.) Direção: Chan-wook Park. Com: Lee Yeong-ae, Kim Shi-hoo, Kim Byeong-ok, Oh Dal-sul, Lee Seung-Shin, Kim Bu-Seon, Tony Barry, Anne Cordiner.
Geum-ja Lee (Young-ae Lee) é condenada a treze anos de prisão pelo seqüestro e assassinato de um menino de seis anos de idade. Mas, na verdade, ela encobre o verdadeiro assassino, seu namorado e ex-professor de inglês Baek (Choi Min-sik). Quando Geum-ja descobre ter sido traída pelo amante, ela inicia um maligno plano de vingança e, pacientemente, aguarda por sua liberdade para colocá-lo em ação.

26) A Ultima Dança de Salomé (Salome`s Last Dance – Inglaterra – 1988 – 89 min.) Direção: Ken Russell. Com: Glenda Jackson, Stratford Johns, Nickolas Grace, Douglas Hodge, Denis Lill
Na Inglaterra vitoriana, atores homenageiam o escritor e dramaturgo Oscar Wilde encenando, num bordel, sua peça, que foi
proibida pela Justiça de ser encenada. Fantasia em torno do autor tomando como base o texto da peça “Salomé”.

27) Rosalie Vai as Compras (Rosalie Goes Shopping – EUA – 1989 – 90 min.) Direção: Percy Adlon. Com: Marianne Sägerbrecht, Brad Davis, Judge Reinhold, Erika Blumberger, Willy Harlander , John Hawkes.
O diretor alemão Percy Adlon e a atriz Marianne Sägebrecht, a dupla responsável por Bagdad Café, está de volta com esta divertida comédia, Rosalie vai às Compras. Marianne interpreta Rosalie, uma alemã que vive na cidade de Arkansas nos EUA. Casada com um piloto de avião e mãe se sete filhos, Rosalie falsifica cartões de créditos, cheques e assinaturas para administrar com fartura sua casa. Rosalie Vai às Compras é uma comédia inteligente e impagável sobre o consumismo da sociedade contemporânea.

28) Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's – EUA – 1961 – 114 min.) Direção: Blake Edwards. Com: Audrey Hepburn, George Peppard, Patricia Neal, Buddy Ebsen, Martin Balsam, José Luis de Villalonga.
Holly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina, deliciosamente excêntrica, que está decidida a se casar com um milionáno brasileiro. George Peppard interpreta seu vizinho, um escritor que é "patrocinado" pela ricaça Patrícia Neal. Adivinhar quem é o homem perfeito para Holly é fácil. Ver esse romance florescer é um grande prazer desta jóia rara, embalada pela trilha de Henry Mancini e da canção "Moon River", também de Mancini e de Johnny Mercer, ambas premiadas com o Oscar®.

29) O Amor (Szerelem - Hungria - 1971 - 88 min.). Direção: Károly Makk. Com: Lili Darvas, Mari Töröcsik, Iván Darvas, Erzsi Orsolya, László Mensáros.
Belo, emotivo e contemplativo. Um dos mais importantes filmes da história do cinema. “O Amor” conta a história de uma mulher que esconde a verdade sobre o seu marido, que está preso, para mãe do mesmo. Uma história corajosa sobre relacionamento e sentimento, em torno de questões políticas, amizades e família. Este filme foi produzido na Hungria em 1971, dentro do regime socialista. Ganhou três prêmios no festival de Cannes i foi indicado para Palma de Ouro.

30) Betty Blue (Betty Blue – França – 1986 – 185 min.) Direção: Jean-jacques Beinex. Com: Béatrice Dalle, Jean-Hugues Anglade, Gérard Darmon, Consuelo De Haviland, Clémentine Célarié , Jacques Mathou.
Zorg é um faz-tudo que cuida de vários bangalôs de praia na França. Ele vive uma vida tranquila, trabalhando seriamente e escrevendo no seu tempo livre. Um dia, Betty aparece em sua vida, uma jovem tão linda quanto selvagem e imprevisível. Inesperadamente, o jeito irreverente de Betty começa a fugir do controle. Zorg percebe que a mulher que ama está lentamente ficando louca. Quando o relacionamento dos dois se torna um caos, será que o amor pode prevalecer?

31) Maldito Coração (The Heart is Deceitful Above All Things – EUA – 2004 – 97 min.) Direção: Asia Argento. Com: Asia Argento, Jimmy Bennett, Kara Kemp, Dylan Sprouse, Brent Almond.
“Maldito Coração” é baseado no livro aclamado pela crítica de J. T. Leroy. A história é sobre Jeremiah, uma criança que é tirada da sua casa adotiva e jogada numa vida problemática na estrada com sua mãe adolescente, Sarah. Com ela, Jeremiah viaja através das estradas rurais dos Estados Unidos e aprende sobre os problemas do mundo.

32) Anticristo (Antichrist – Dinamarca – 2009 – 109 min.)Direção:
Lars Von Trier. Com: Charlotte Gainsbourg, Willem Dafoe.
Um casal (Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg), devastado pela morte de seu único filho, se muda para uma cabana isolada na floresta Éden, onde coisas estranhas e obscuras começam a acontecer. A mulher é uma intelectual escritora que não consegue se livrar do sentimento de culpa pela morte do filho, e ele, um psicanalista, tenta exercer seu meio de trabalho para ajudar a esposa. Anticristo é divido em partes: Prólogo e Epilogo e ainda possui capítulos que se passam na floresta de Éden: Dor, Luto, Desespero e Os três Mendigos.