Nossos Vídeos

domingo, 1 de novembro de 2009

COP15 da CONVENÇÃO DO CLIMA

Em dezembro, o mundo decidirá um novo regime de metas para diminuição da emissão de gases efeito estufa, durante reunião a ser realizada em Copenhague (COP 15 da Convenção do Clima). Nessa reunião o governo brasileiro apresentará como seu grande trunfo um plano para diminuir significativamente o desmatamento no País, principal fonte das emissões nacionais, até 2020. Mas se o Presidente Lula não agir firmemente no âmbito da política interna, esse plano será pura ficção.

Parlamentares ligados ao agronegócio, muitos deles de partidos da base de apoio ao Presidente, estão prestes a conseguir derrubar o Código Florestal, uma lei de mais de quarenta anos que proíbe grandes desmatamentos na Amazônia e obriga ao reflorestamento das áreas excessivamente desmatadas.

Apesar de antiga, essa lei até recentemente vinha sendo precariamente cumprida. Mas, com um melhor aparelhamento dos órgãos de fiscalização e uma maior cobrança por parte da sociedade, houve, nos últimos anos, significativo aumento das punições aos desmatamentos ilegais, o que gerou descontentamento de parte do agronegócio brasileiro que se beneficiava da impunidade. Com grande influência no parlamento, esse setor econômico passou a pressionar pela revogação da lei e pela anistia às ilegalidades já ocorridas, a forma mais simples de se legalizar. O próprio Ministro da Agricultura vem sendo porta-voz dessas propostas, defendendo publicamente que a proteção às florestas seja “atenuada”.

No último dia 28/10 um projeto de lei que anistia os desmatamentos ilegais e diminui o nível de proteção às florestas ainda remanescentes quase foi aprovado pela Câmara dos Deputados. Apesar de não serem maioria no Congresso Nacional, os parlamentares ligados ao agronegócio contam com a total omissão do Governo Lula para levarem adiante seus projetos. No próximo dia 04/11 haverá uma nova votação e, se o Governo não tomar posição, as probabilidades de que o Código Florestal seja revogado são reais. Não é aceitável que a delegação brasileira em Copenhague leve em sua bagagem a destruição do Código Florestal. Conclamamos o Presidente Lula a atuar firmemente para que um retrocesso dessa envergadura não ocorra!

Assinam:
Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi)
Conservação Internacional / Brasil
Greenpeace
Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica (Ipema)
Instituto Socioambiental (ISA)
Programa da Terra (Proter)
Rede de ONGs da Mata Atlântica
Vitae Civilis - Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz
WWF-Brasil
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos a alteração de
acordo com a disponibilidade em estoque:

Dia Nacional da Cultura e da Consciência Negra no CCBNB > 03, 05, 24, 25, 26 e 27/11


Debates, documentário e oficina marcam Dias Nacional da Cultura e da Consciência Negra no CCBNB

CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE - FORTALEZA
Rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - Fortaleza - Ceará - CEP: 60025-130
Fone (85) 3464.3108 - Fax (85) 3464.3177
TROCA DE IDÉIAS (Discussões sobre temas diversos)

Homenagem ao Dia da Consciência Negra (20 de Novembro)

A Cultura de Matriz Africana no Ceará
Dia 03 de novembro, terça-feira, 18h30

Convidados: Professor Henrique Cunha Junior, livre-docente pela USP, doutor pela UFC e presidente do Núcleo de Africanidades do Ceará; e professor Norval Cruz, mestre em Educação e diretor da Associação África em Mim


Apresentar alguns conceitos da ancestralidade africana e suas relações com a história da cultura negra no Ceará será a temática desenvolvida pelo professor Henrique Cunha nesta edição do programa Troca de Idéias, tendo como debatedor o professor Norval Cruz. A discussão será mediada ainda pela evidência de cenas de racismo existente nas relações pessoais e profissionais e por imagens que constatam a influência da cultura negra no cotidiano do cearense. Ainda na pauta da conversa está a lei 10.639/03, que trata da obrigatoriedade da cultura de matriz africana na grade curricular das escolas. 90min.


Homenagem ao Dia Nacional da Cultura (05 de Novembro)

Cultura Brasileira: Identidades em Trânsito
Dia 05 de novembro, quinta-feira, 18h30

Apresentador: Thiago Themudo

Questionar a centralidade e a suficiência do próprio conceito de Nação para pensar o mundo, sugere a inadequação da noção usual da dinâmica de um mundo globalizado e da associação imediata e exclusiva entre lugar, cultura e identidades. Estas questões devem alimentar uma reflexão neste Troca de Idéias sobre as interconexões na formação da nossa cultura brasileira. 90min.


ARTE E HISTÓRIA EM DOCUMENTO (Documentários)

Homenagem ao Dia Nacional da Cultura (05 de Novembro)

O Povo Brasileiro
Dia 05, quinta-feira, 10h15 (bloco 1), 14h15 (bloco 2) e 16h15 (bloco3)

O antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997) foi um dos maiores intelectuais brasileiros do século XX. Esse DVD duplo traz a premiada série baseada na obra-prima de Darcy, O Povo Brasileiro, em que o autor responde à questão "quem são os brasileiros?", investigando a formação do nosso povo. Com imagens captadas em todo o Brasil, material de arquivo raro e depoimentos, O Povo Brasileiro é indispensável para educadores, estudantes e todos os interessados em conhecer mais sobre o nosso País. O filme é divido em 10 subtítulos, cada um deles com 26 minutos de duração, que serão exibidos em três blocos distintos: bloco 1 (Matriz Tupi, Matriz Lusa, Matriz Afro e Encontros e Desencontros), bloco 2 (Brasil Crioulo, Brasil Sertanejo e Brasil Caipira) e bloco 3 (Brasil Sulino, Brasil Caboclo e Invenção do Brasil). Direção de Isa Grinspum Ferraz. Classificação: livre.


OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA (Oficinas)

Homenagem ao Dia da Consciência Negra (20 de Novembro)

Dança Africana
Dias 24, ter, 25, qua, 26, qui, e 27, sex, 14h às 17h

Instrutor: Norval Cruz

A oficina apresenta as culturas de arkhé, onde o corpo é centralidade de tudo. Tudo parte do corpo, o corpo é sempre referência. Em todos os rituais, o corpo está presente. O sensível prevalece no ritual e tudo é movimento. Com ritmos africanos ou da diáspora (samba, salsa, rumba, samba-chula, reggae, samba de roda, maracatu, jongo, samba de prato, samba de roda etc), os corpos com os movimentos da dança africana sempre são “quebrados”, os joelhos estão sempre fletidos, num sentimento de estar mais próximo da Mãe-Terra. Inscrições: a partir do dia 10, na recepção do CCBNB. Nº de Vagas: 25. Carga-horária: 12 horas-aula.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Funarte promove bate-papo sobre a exposição Entorno de – Nos Limites da Arte

Foto: Sem título / Mariana Plama
A Fundação Nacional de Artes promove, dia 7 de novembro, sábado, o bate-papo Desafios Contemporâneos na Sala Renée Gumiel do Complexo Cultural Funarte São Paulo, às 11 horas, com entrada franca. O evento tem participação dos convidados Maria Helena Bernardes e André Severo, de Porto Alegre, e de Sandra Cinto e Albano Afonso, artistas de São Paulo, coordenadores do Ateliê Fidalga.

O evento discutirá o tema central da exposição Entorno de - Nos Limites da Arte – 1ª edição, em cartaz na unidade paulista, que apresenta uma nova proposta de pensar a arte e a educação, na qual o artista pedagogo é o centro da atenção. A mostra é composta por 59 obras de artistas que se reúnem no Ateliê Fidalga para discutir a arte contemporânea e trocar experiências.

Desafios Contemporâneos um programa que complementa diferentes momentos das atividades do Centro de Artes Visuais da Funarte; é uma ação pedagógica que tem por objetivo refletir sobre a prática e os valores das artes contemporâneas, por meio de conversas que abordem movimentos, linguagens e pesquisas artísticas nas mais variadas interpretações. O programa se caracteriza como um espaço para o diálogo e a troca de conhecimento, assim como visa à expressão cultural, a formação de público e o reconhecimento da diversidade dos valores culturais da arte brasileira.
Foto: Glóbulos / Margarida Holler

Convidados

Os artistas Maria Helena Bernardes e André Severo vão falar sobre o projeto de residência artística Arte da Conversação, desenvolvido por eles dentro do Programa de Residências – Artistas em Disponibilidade, selecionado pelo projeto Pedagógico da 7ª Bienal do Mercosul. O projeto é realizado em Santa Vitória do Palmar e no Litoral Sul (extremo sul do Rio Grande do Sul), e prevê a realização de um filme experimental, explorando o embate entre uma ação artística e a paisagem peculiar desta região, além de promover uma reflexão sobre os limites, cada vez mais imprecisos, da arte como disciplina na atualidade.
Foto: Colméia / Jérôme Florent
Sandra Cinto e Albano Afonso são coordenadores do Ateliê Fidalga que recebe, semanalmente, um grupo de 59 artistas para discutir seus projetos e trocar experiências sobre a arte contemporânea. Esse grupo de estudos iniciou suas atividades, em 1998, como um espaço não acadêmico e não institucional, onde as experiências individuais são respeitadas. Sandra e Albano irão abordar as particularidades e a importância desse trabalho que, atualmente, pode ser conferido na mostra coletiva Entorno de – Nos Limites da Arte – 1ª edição, em cartaz na Funarte São Paulo, até 15 de novembro.

Serviço
Bate-papo: Desafios Contemporâneos
Data: 7 de novembro – sábado – às 11 horas
Local: Funarte São Paulo – Sala Renée Gumiel
Alameda Nothmann, 1058 - Campos Elíseos - São Paulo/SP - Tel: (11) 3662-5177
Entrada franca – Classificação etária: Livre
Público alvo: artistas visuais e interessados em geral.
Site: http://www.funarte.gov.br/
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

CALÇADO SUÍÇO COMBATE A CELULITE E TONIFICA MÚSCULOS


Lúdico, Kangoo Jumps diverte, combate a celulite e tonifica os músculos para alcançar a melhor forma no verão 2010

Calçado suíço é excelente opção neste Natal para presentear homens e mulheres atletas ou que buscam a boa forma, já que o produto possibilita grande queima de calorias, redução da celulite, melhora do sistema cardiovascular, além de evitar o desgaste das mais importantes articulações do corpo graças ao sistema IPS que absorve até 80% de impacto.
Com a chegada do verão, nada melhor do que ficar com o corpo bonito e em forma para aproveitar o clima agradável da temporada. Para este Natal, pessoas que se divertem malhando e querem emagrecer, perder a celulite ou melhorar a saúde tem a ótima opção do calçado suíço Kangoo Jumps para presentear amigos, namorados ou familiares. Seu sistema IPS – Impact Protect System – absorve até 80% do impacto, sendo ideal para preservar as articulações, ativar o sistema linfático (responsável pelo combate à celulite) e promover alto índice de perda de calorias – até 800 em uma aula de 45 minutos -, além de ajudar na coordenação motora, recuperação de lesões de joelhos e melhora do sistema cardiovascular, dentre outros fatores positivos.
O Kangoo Jumps chegou ao Brasil há menos de um ano e já é um sucesso nas principais academias do país, que adaptaram o calçado às aulas específicas que utilizam o princípio do rebound graças ao mecanismo localizado na parte inferior do equipamento. Além disso, as lojas Kangoo Jumps disponibilizam os programas de treinamento em DVD para quem prefere fazer exercícios em casa em qualquer superfície, como carpete, concreto, gramado e areia sendo fácil de carregar, pois seu tamanho é similar aos patins in-line. Assim, quem vai tirar férias na praia pode sair correndo com seu Kangoo Jumps e aproveitar a brisa do mar que só bate no calçadão da orla.
Uma ótima opção de presente de Natal para quem gosta de malhação e se divertir ao mesmo tempo, já que pessoas de 06 a 80 anos podem utilizar o Kangoo Jumps.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

TIPOS DE CALÇADOS PARA CADA FASE DO DIABETES

Você sabia?

Existem diferentes tipos de calçados para serem usados em cada fase do diabetes.
Segundo Patrícia Guedes, enfermeira e proprietária da Perere, loja pioneira no conceito de “Comfort Shoes” no Brasil, todo portador de diabetes precisa cuidar especialmente dos seus pés. Com o passar do tempo, há grande possibilidade de lesões e infecções causadas, principalmente, pela perda gradativa da sensibilidade nos dedos e pés, além da má circulação.

Um dos cuidados mais importantes e que pouco se sabe é a escolha do calçado. De acordo com a especialista, de maneira geral, os sapatos não podem apertar os pés e, principalmente, devem ter palmilhas e tamanhos que acomodam perfeitamente os dedos e planta dos pés. “Porém, essas orientações são saudáveis e válidas também para qualquer um que preze por conforto. Os diabéticos ainda necessitam de atenções específicas, conforme a fase da doença, seja para prevenir o aparecimento de alguma lesão ou infecção, ou mesmo para evitar que piorem”, explica Patricia.


 Fase inicial - quando não existem deformidades importantes do pé ou dedos e a sensibilidade está razoavelmente preservada:
- parte interior do calçado sem costuras e/ou nervuras;
- parte anterior generosa – acomodando com largueza o antepé e sem contato com as pontas dos dedos;
- contraforte (parte de trás do sapato) firme, mas com o rebordo superior macio e alto o suficiente para não terminar na tuberosidade posterior do calcanhar (osso saliente);
- palmilha feita de plastazote – fácil de lavar e secar.
*
*
*
*
*
*
*
*

 Estágio mais avançado - já com história de ferimentos anteriores, com alteração importante da sensibilidade e com deformidades leves dos dedos ou do pé:
- além das especificações acima, o portador de diabetes deve usar palmilha especialmente moldada para os seus pés e o solado deve ser mais rígido e apresentar uma curvatura (rocker) que favorece o alívio da pressão nas cabeças dos ossos metatarsais.


Quando os pés apresentam deformidades importantes ou ulcerações, o calçado pode precisar ser feito sob molde dos pés, por profissional especializado neste trabalho, e o acompanhamento por médico especializado deve ser rigoroso.

Criada há 17 anos, a loja Perere surgiu primeiramente para atender as necessidades de amputados e diabéticos. Em seguida, Patrícia Guedes decidiu ampliar e trouxe para o Brasil o conceito, até então inédito, de “Comfort Shoes”.
Localizada na capital paulista, rua Mourato Coelho, 1407, no bairro da Vila Madalena, a loja Perere atende e distribui para todo o Brasil, através do telefone (11) 3814-4313 ou pelo email lojaperere@lojaperere.com.br
. Conta ainda com equipe especializada em orientar sobre a saúde dos pés e o melhor uso desse tipo de calçados. A marca alemã Birkenstock é o carro-chefe do portfólio, que inclui ainda outros nomes como Arcopédico, Mephisto, Wolky, Natural Step, Asics, Opananken, marca própria etc.

*
*
*
Publicidade:
Preços e produtos sujeitos à alteração mediante disposição em estoque:

Congresso Brasileiro de Psiquiatria: encontro internacional debate desastres e catástrofes > 04 a 07/11

O coordenador da Comissão Técnica da ABP, José Toufic Thomé

O 27º Congresso Brasileiro de Psiquiatria realizará uma atividade inédita: o Encontro Internacional da Secção Intervenções em Desastres e Catástrofes da WPA e da Rede Iberoamericana de Eco-Bioética, Ciência e Tecnologia-Cátedra UNESCO de Bioética. Com o tema “Fatores Humanos e Avanços Tecnológicos em Prevenção e Reconstrução em Crises, Desastres e Catástrofes”, o encontro reunirá os principais especialistas do mundo que lidam com saúde mental em situações de crise. O objetivo é discutir a questão e abrir espaço para que cada profissional possa expor a experiência adquirida nos trabalhos que desenvolvem.
“Estamos trazendo os maiores especialistas do mundo no assunto. O objetivo é debater o tema e escutar as experiências sobre intervenções em situações de desastres e catástrofes feitas ao redor do mundo”, informou José Toufic Thomé, coordenador da Comissão Técnica de Intervenção em Desastres e Catástrofes da ABP e um dos organizadores do Encontro.
Os especialistas que participarão da atividade são: Moty Benyakar (Argentina), presidente da Seção de Intervenção em Desastres da WPA (Associação Mundial de Psiquiatria); Judy Kuriansky (EUA), professora adjunta do Programa de Psicologia Clinica da Columbia University, em Nova Iorque; Russell D'Souza (Austrália), vice-presidente da Secção de Intervenção em Disastres da World Psychiatric Association Geneva; Juan Jorge Rariña (Argentina), professor titular de Psicologia, Ética e Direitos Humanos da Universidade de Buenos Aires; Carlos Collazo (Argentina), presidente da Secção Saúde Mental em Desastres, da WPA.
O evento, classificado como “Atividade Especial WPA/ABP”, acontecerá nos dias 06, das 8h30 às 18h30, e 07 de novembro, das 8h30 às 13h, na Sala Brasília, no Hotel Transamérica. A atividade terá tradução simultânea.
Sobre o Congresso Brasileiro de Psiquiatria
Alguns dos principais nomes da psiquiatria brasileira e mundial estarão no 27º Congresso Brasileiro de Psiquiatria, que será realizado pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), dias 4, 5,6 e7 de novembro em São Paulo. Entre os conferencistas internacionais confirmados para o evento estão: Graham Thornicroft e Sir David Goldberg (Reino Unido); Donatella Marazziti
(Itália); Siegfried Kasper (Áustria); e Mario Maj (Itália), presidente da Associação Mundial de Psiquiatria (WPA, na sigla em inglês).
Esquizofrenia, depressão, suicídio, ansiedade, dependência química, transtorno bipolar, psicopatia e TOC, entre outros temas de saúde mental, serão debatidos nas mais de 150 atividades do evento. Para mais informações acesse o site do evento: www.cbpabp.org.br.
Serviço
27ºCongresso Brasileiro de Psiquiatria
Data: 4 a 7 de novembro de 2009
Local: Transamerica Expo Center em São Paulo, SP.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos a alteração de
acordo com a disponibilidade em estoque:

Relacionamentos amorosos merecem atenção


“Cada ser é de um jeito especial e único, ocasionando a riqueza e crescimento nas interações acionando a criatividade para encontrar pontos de equilíbrio dentro de um convívio”, declara Márcia Dolores Rezende, psicóloga e diretora do Instituto Saber


Desenvolver bons relacionamentos, principalmente na vida a dois exige muito diálogo, amor e paciência. Uma coisa inegável é que a relação entre pessoas nunca foi fácil. Descobrir defeitos e conviver diariamente acaba sendo frustrante para uma das partes. Por isso, é importante cultivar as coisas boas e saber que muitas vezes o problema não está no outro.

A psicóloga e diretora do Instituto Saber,Márcia Dolores Rezende, empresa inovadora no desenvolvimento humano, explica que desenvolver boas relações é um desejo permanente do ser humano e também um grande desafio. “Quando consideramos os relacionamentos entre pessoas, é importante lembrar que se pressupõem todas as expectativas e valores individuais que estarão presentes nas interações”, avalia.

A Programação Neurolinguistica – PNL,poderá contribuir para melhorar a comunicação do casal. Saber se comunicar nada mais é que compreender, escutar o outro e alinhar os objetivos conforme a disponibilidade interna do casal.

Conhecer os obstáculos, as resistências e objeções naturais das pessoas a qualquer tipo de informação é fundamental para que se possa, ao entendê-las e compreendê-las, conseguir contorná-las e criar argumentos positivos e pró ativos que concretizem a comunicação.

Outra contribuição que a PNL oferece para o aprimoramento da vida do casal é o de reconhecer que o outro tem o direito e liberdade de ser como ele quer. Se existe uma decisão de estar com alguém, é importante saber que quanto mais atenção colocada no que não se gosta mais limitante ficará a interação. “Ter um relacionamento depende de uma decisão individual e, além disso, do reconhecimento de quais são os significados que esta relação oferta. Se existe liberdade. Então agora, você já pode reconhecer que elas, mesmo no âmbito familiar, acontecem por uma escolha e naturalmente tem significados relevantes na sua vida”, esclarece a diretora.
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de casamentos realizados no Brasil subiu 6,5% em 2006, na comparação com o ano anterior. Segundo a pesquisa, foram realizados mais de 889 mil casamentos no país no ano passado. Em 2005, foram 835.846. O aumento segue uma tendência observada desde 2002 e é resultado da legalização de uniões consensuais.
Em contrapartida, ainda segundo levantamento do IBGE, de 2004 para 2005, o número de divórcios concedidos no Brasil aumentou 15,5%, se configurando na maior taxa de crescimento desde 1995, quando esses dados começaram a ser apurados. O número de divórcios cresceu 46% em 10 anos. Hoje, estima-se que exista aproximadamente um divórcio para cada três casamentos. “Muitas famílias e pessoas ocupam-se em comentar, ouvir e sentir o que desagrada, como se a queixa fosse impulsionar uma mudança, esquecendo que a interação é uma experiência onde temos um espaço para nos tornamos mais flexível diante da vida, situações e pessoas”, explica Márcia.

Os dados assustam, mas é uma realidade. E nos faz pensar que casar e separar não são tarefas fáceis, diferentemente do que muitos pensam. Afinal, uma das grandes crises dos adultos está relacionada ao fim do relacionamento a dois. “Certamente, todos têm como prioridade desenvolver relações saudáveis e que forneçam uma possibilidade de evolução. Isto poderia ser o primeiro ponto valorizado em nossos ensaios nessas situações. Todos os imprevistos em uma interação serão permanentes, porque devemos levar em contar a nossa natureza repleta de intensas mudanças seja de humor, sentimento, estados internos e objetivos”, analisa a especialista.

Um ponto que deve ser sempre levado em conta diz respeito a vontade de fazer com que o outro seja igual ou parecido com você. “A inflexibilidade é um anseio de que o outro pense, fale e sinta do meu jeito como uma saída mágica para todos os conflitos que habitualmente envolvem um relacionamento. Cada ser é de um jeito especial e único, ocasionando a riqueza e crescimento nas interações acionando a criatividade para encontrar pontos de equilíbrio dentro de um convívio”, finaliza a diretora.

Sobre a Dra. Márcia Dolores

A psicóloga Márcia Dolores Rezende possui experiência profissional em desenvolvimento humano há 23 anos. Já a Programação Neurolingüística (PNL) passou a fazer parte da sua vida desde 1989. Especializada em RH e T&D, com formação completa em PNL (NLP Health Certification Training), é Trainer Advanced em PNL. Possui a certificação do Internacional Coaching Certification Training e em Master Coaching - Integrated Coaching Institute.

Sobre o Instituto Saber

Instituto Saber, empresa que é líder e inovadora no desenvolvimento de alta performance em recursos humanos tanto no Brasil como no exterior. A equipe de 20 profissionais que atua no instituto atende pessoas físicas e dentro das organizações, com foco em gestão de pessoas, liderança, comunicação. O objetivo é o de facilitar o processo para que cada um alcance os seus estados de excelência através de processos de coaching para que cada pessoa atue no seu melhor, produzindo resultados tornando-se altamente produtivo e diferenciado dentro da organização.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Anhembi Morumbi lidera esforço para disseminar procedimentos simples que salvam vidas


Dia Internacional de Ressuscitação Cardiopulmonar treinará mais de 1,3 mil pessoas nos procedimentos da American Heart Association (AHA) em seis escolas da rede internacional de universidades Laureate na América Latina; no Brasil, Anhembi Morumbi também discute como introduzir os cursos da AHA em seu currículo e nas escolas de ciências da saúde da Rede Laureate


A Universidade Anhembi Morumbi liderou em 27/10 o Dia Internacional de Ressuscitação Cardiopulmonar, que somou esforços de seis instituições de ensino superior da rede internacional de universidades Laureate, em 5 países da América Latina. Na ocasião foram treinados, no mínimo, 1.300 estudantes de saúde e leigos interessados nas técnicas de ressuscitação cardiopulmonares (RCP) da American Heart Association, principal organização internacional na cruzada da saúde do coração e que treina anualmente 12 milhões de pessoas para atuarem em emergências cardiovasculares em todo o mundo.

A Universidade Anhembi Morumbi é a única instituição de ensino superior privado no Brasil a ser membro da American Heart Association. A iniciativa de promover um treinamento em massa das técnicas básicas que salvam vidas de pessoas enfartadas -- enquanto o socorro especializado não chega -- partiu do Brasil e foi abraçada por outras universidades irmãs, que também fazem parte da rede internacional de universidades Laureate.

"A Sociedade Brasileira de Cardiologia calcula que 315 mil brasileiros morrem anualmente devido a doenças cardiovasculares, e entre essas mortes, o infarto lidera as estatísticas", comenta Sérgio Timerman, diretor da Escola de Ciências da Saúde da Universidade Anhembi Morumbi. "Cerca de 95% das vítimas do ataque cardíaco morrem antes de chegar a um hospital. Portanto, saber como proceder nestas horas pode salvar uma vida", acrescenta. De acordo com Timerman, os procedimentos defendidos pela American Heart Association são simples e fáceis de serem ministrados. Segundo ele, as técnicas de ressuscitação cardiopulmonar - que se resumem a massagens toráxicas e respiração boca a boca - ajudam a manter o fluxo sanguíneo pelo coração e cérebro e aumentam a janela de tempo em que o socorro de um desfibrilador (um equipamento que obriga o coração a se contrair, por meio de fortes descargas elétricas) pode ter sucesso.


Cada minuto contaTimerman ressalta que, após os três primeiros minutos de um ataque cardíaco, cada minuto extra sem assistência especializada diminui as chances de sobrevida do paciente entre 7% e 10%. Nesse período crítico, morrem 1,9 milhão de neurônios por minuto, informa a American Heart Association.
O Dia Global Internacional de Ressuscitação Cardiopulmonar é aberto ao público, desde que os interessados se inscrevam com antecedência. Em São Paulo, ele ocorrerá no Campus Centro, em quatro horários, pela manhã e à tarde.

Currículo obrigatório
A Universidade Anhembi Morumbi recebe Jo Haag, diretora de Treinamento Global de Programas de Emergências Cardiológicas e Cynthia Sanner, diretora de Educação e Desenvolvimento Global da Produção, ambas da American Heart Association, e especialistas como Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (BCM), para discutir a introdução de cursos de RCP da American Heart Association no currículo obrigatório de todos os cursos de Ciências da Saúde da rede Laureate, que reúne em todo o mundo 15 escolas de medicina e 20 escolas de ciências da saúde. O evento tem, ainda, o apoio da Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência (Abramurgem) e da Sociedade Brasileira de Cardiologia.
"A rede Laureate quer oferecer a excelência dos cursos e programas da American Heart Association para o currículo das nossas Escolas de Ciências da Saúde ao redor do mundo", defende Timerman. Para ele, tanto o Dia Internacional de Ressuscitação Cardiopulmonar quanto a discussão da inserção nos currículos dos cursos da AHA são iniciativas que remetem ao compromisso da rede internacional de universidades Laureate com a qualidade acadêmica e a responsabilidade social.

Escola de vanguarda
No Brasil, a Escola de Ciências da Saúde da Universidade Anhembi Morumbi oferece 15 diferentes cursos. Ela baseia-se em três pilares, os quais contemplam uma sólida fundamentação acadêmico-científica, a ênfase nas práticas de simulação e o desenvolvimento contínuo das habilidades clínicas. Possui uma infraestrutura diferencida para aulas práticas e multidisciplinares desde o início dos cursos. Um exemplo é o seu Centro de Treinamento e Simulação da Escola de Ciências, no qual já formam investidos R$ 10 milhões e que é o maior e mais bem equipado da América Latina. Ele compreende 23 ambientes e mais de 70 equipamentos de realidade virtual, entre robôs com softwares, manequins e peças que simulam as reações do corpo humano e permitem diversos procedimentos médicos. Nele, a simulação é usada como uma ferramenta do ensino de práticas de saúde que permite que os procedimentos da área possam se repetir à exaustão, até se atingir a perfeição, sem risco do erro médico, desde o primeiro semestre de aulas.

Sobre a Anhembi Morumbi
A Universidade Anhembi Morumbi, uma universidade de fronteiras e mentes abertas, conta hoje com mais de 25 mil alunos e é a primeira instituição internacional de ensino superior do Brasil. Desde 2005 faz parte da rede internacional de universidades Laureate, a maior do mundo, presente em 20 países, com 45 instituições de ensino superior, cem campi, totalizando cerca de 550 mil alunos.
São oferecidos programas de graduação, graduação tecnológica e pós-graduação lato e stricto sensu. Possui sete escolas, abrangendo as áreas de Ciências da Saúde; Turismo e Hospitalidade; Negócios e Direito; Artes, Arquitetura, Design e Moda; Comunicação; Engenharia e Tecnologia; e Educação. Seus cinco campi estão localizados na Avenida Paulista, na Vila Olímpia, no Centro, no Morumbi e no Vale do Anhangabaú.
Prestes a completar 40 anos em 2010, a Universidade Anhembi Morumbi possui laboratórios de última geração e diferenciais como o International Office que já enviou, desde 2006, mais de mil alunos do Brasil em cursos no exterior e recebeu uma centena de estrangeiros em cursos em São Paulo. Outras vantagens são programas de dupla titulação - permitindo ao aluno ter diplomas validados no Brasil e em outros países -- e o Global Career Center, um portal com 65 mil oportunidades de estágios e postos de trabalho no Brasil e no exterior.


Sobre a American Heart Association e seus programas de Ressuscitação Cardiopulmonares (ECC)
Fundada em 1924, a American Heart Association é a maior mais antiga organização voluntária na área da saúde dos Estados Unidos, dedicada a construir vidas mais saudáveis, livres de doenças cardíacas e de infartos. Para ajudar na prevenção no tratamento e na derrota dessas doenças, a AHA financia pesquisas estado da arte, lidera programas educacionais junto a leigos e profissionais da área de saúde para salvar vidas e atua na defesa da saúde pública. A associação já traduziu alguns de seus produtos de ressuscitação cardiopulmonar em sete línguas e treina anualmente 12 milhões de pessoas nessas técnicas em mais de 100 países.
Acesse o site: http://www.americanheart.org/



Alguns fatos sobre as técnicas de Ressuscitação Cardiopulmonar

Morte súbita
• A morte súbita pode ocorrer a qualquer pessoa, a qualquer hora. Muitas vítimas podem ter a aparência de pessoas saudáveis e desconhecerem o fato de terem doenças cardíacas ou outros fatores de risco.
• A morte súbita não é a mesma coisa que um infarto. Ela ocorre quando impulsos elétricos no coração se dão muito rapidamente ou de forma caótica, o que causa uma interrupção súbita dos batimentos cardíacos. Um infarto ocorre quando o suprimento de sangue a parte do músculo do coração é bloqueado. Um infarto pode levar à morte súbita.

Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP)
• Se técnicas de ressuscitação cardiopulmonares ou o uso de um desfibrilador não forem providenciados logo após o colapso, em questão de minutos, pouquíssimas tentativas de ressuscitação têm sucesso.
• Para cada minuto sem a adoção de técnicas de ressuscitação cardiopulmonar, as chances de sobrevivência da vítima caem entre 7% e 10%.
• Técnicas de ressuscitação cardiopulmonares, quando providenciadas imediatamente nos casos de morte súbita podem dobrar ou triplicar as chances de sobrevivência da vítima.
• A American Heart Association treina anualmente 12 milhões de pessoas nas técnicas de ressuscitação cardiopulmonar, incluindo profissionais de saúde e leigos.
• O ritmo mais eficaz de compressão toráxica é de 100 vezes por minuto - o mesmo ritmo da batida da canção "Staying Alive", dos BeeGees.

Apenas massagem toráxica• Usar apenas a massagem toráxica nas técnicas de ressuscitação cardiopulmonar- sem a prática de respiração boca a boca - provou-se ser mais eficaz do que a prática tradicional de respiração boca a boca nos casos de morte súbita.

RCP a qualquer momento (CPR Anytime)
• CPR Anytime é um kit de treinamento da American Heart Association que inclui um DVD e um manequim inflável e reutilizável para a prática de RCP, o Mini Anne.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque


Meditação alivia tensão pré-vestibular e auxilia na concentração aos estudos

Meditação alivia tensão pré-vestibular e auxilia na concentração aos estudos
Sentar, esvaziar a mente, relaxar e estudar!


A prática da meditação é uma ferramenta eficaz para aqueles que querem controlar a ansiedade, aumentar a concentração e a capacidade mental durante os estudos. Apenas 20 minutos diários já podem trazer resultados satisfatórios. Pratique em casa antes dos estudos.

Atualmente cerca de 2 milhões de pessoas prestam o vestibular em todo o Brasil e apenas 850 mil ingressam no ensino superior. No ano de 2009, a FUVEST, um dos vestibulares mais esperado pelos estudantes, recebeu cerca de 140.000 candidatos em busca de uma das 10.707 vagas.
Para concorrer às vagas, o vestibulando destina horas dos seus dias às apostilas, cursinhos, leituras, cálculos, sendo uma fase muito desgastante e cansativa. Além de estar preparado para a prova de conhecimento geral e a de conteúdo específico, é preciso estar preparado emocionalmente, a fim de superar as expectativas, a cobrança, a ansiedade e a tensão. A meditação Taoísta é uma alternativa para os estudantes que buscam melhorar o seu desempenho nos estudos e nas provas. A prática consegue aliviar os malefícios causados pelo estresse e propicia inúmeros benefícios aos praticantes, como o aumento da concentração e do equilíbrio emocional, que ajudam tanto nos estudos como na hora da prova. São comuns os casos em que o nervosismo provoca o famoso "deu branco", comprometendo o desempenho esperado, após um ano inteiro de preparação.
E de quem já pratica há mais tempo, ouvimos relatos de aumento da clareza mental e do discernimento, favorecimento da compreensão e do raciocínio, ampliação da percepção e da sensibilidade, além do aumento da tranquilidade interior.
O psicólogo e acupunturista Wagner Canalonga, sacerdote da Sociedade Taoísta do Brasil, ensina como praticar a meditação taoísta:
• Crie condições favoráveis para praticar: escolha um lugar onde possa ficar reservado e peça às pessoas para não ser interrompido;
• Fique em uma posição confortável, procurando manter a coluna ereta sentado no chão ou na cadeira, como preferir;
• Coloque a mão direita sobre a esquerda, com os polegares se tocando levemente.
• Feche os olhos e relaxe o corpo, da cabeça aos pés, calmamente;
• Encoste a ponta da língua no céu da boca, concentre a atenção única e exclusivamente no ar que respira;
• Deixe a mente e o coração vazios de pensamentos e sentimentos;
• Permaneça neste estado pelo tempo que programou. Se você é iniciante, comece com um tempo menor e aumente gradualmente. Uma prática diária de 20 minutos já pode propiciar bons resultados.
• Ao final, faça movimentos lentos e massageie suavemente todas as partes do corpo, para retornar a atenção ao exterior. Evite sair bruscamente da meditação.

"Durante a prática é fundamental desligar a atenção dos ruídos externos e dos pensamentos, mantendo a concentração constantemente no ar que se respira. Qualquer estímulo que distraia a atenção deve ser imediatamente abandonado, voltando à concentração novamente para o ar", ensina Canalonga, que também explica: "esta prática purifica a mente das impregnações que podem poluí-la, reduzindo o seu desempenho. Pensamentos, imagens, idéias, traumas, conceitos e preconceitos preenchem a mente como os arquivos do computador preenchem a sua memória. Quando há espaço na memória, o computador funciona bem, mas quando ela fica cheia, ele perde desempenho, chegando até a travar. Meditar abre espaço na mente, tornando-a mais lúcida e disponível para as nossas atividades", diz Wagner.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Maior hospital pediátrico do Brasil completa 90 anos

Com 390 leitos, Hospital Pequeno Príncipe nasceu pelas mãos de voluntários e hoje destina 70% da sua capacidade de atendimento aos pacientes do SUS

O maior hospital pediátrico do Brasil, o Pequeno Príncipe, localizado em Curitiba (PR), completa hoje 90 anos. O hospital iniciou suas atividades em 1919, através da Cruz Vermelha, que oferecia consultas e medicamentos gratuitos às crianças pobres do Paraná. A instalação de uma unidade da Cruz Vermelha no Estado foi fruto da mobilização de senhoras da sociedade e médicos preocupados em oferecer atendimento a crianças e adolescentes, serviço até então inexistente no Paraná.

O atendimento era realizado numa casa cedida por uma família curitibana. Em 1930 foi inaugurado o primeiro prédio, chamado de Hospital de Crianças. Na década de 50 é fundada a Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, com a finalidade de contribuir com a manutenção financeira do Hospital de Crianças, que nessa época já homenageava o pediatra César Pernetta.

Sob a presidência da Sra. Ety Gonçalves da Conceição Forte, atual presidente, a Associação iniciou na década de 60 uma nova mobilização da sociedade para a construção de mais um prédio, pois a demanda por atendimento continuava a crescer.

O novo hospital é inaugurado em 15 de novembro de 1971. É a Dona Ety quem escolhe o nome: Pequeno Príncipe. Como o personagem de Saint Exupéry, que em suas andanças pelo mundo recebe o ensinamento “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, nasce o Hospital Pequeno Príncipe, com o compromisso de oferecer aos seus pacientes uma relação que extrapolasse o aspecto clínico e abrangesse a dimensão do humano e do social.

Com o passar dos anos, o nome Pequeno Príncipe se fortaleceu a ponto de todo o complexo ficar conhecido apenas por esse nome. Hoje o Pequeno Príncipe oferece à comunidade 390 leitos, sendo 62 em Unidade de Terapia Intensiva e Semi-Intensiva, um centro cirúrgico composto por oito salas e um centro de vacinas. É um hospital pediátrico geral, que oferece atendimento em mais de 30 especialidades de saúde, que incluem desde consultas até tratamentos de alta complexidade, como transplantes de fígado, rim, coração e ossos.

Em 2008 foram realizados mais de 290 mil atendimentos ambulatoriais, 24 mil cirurgias e 16 mil cirurgias. 70% da capacidade de atendimento do Pequeno Príncipe é destinada aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), o que leva o hospital a desenvolver continuamente campanhas de mobilização social para apoio à causa da saúde infantil (mais informações no site www.doepequenoprincipe.org.br).

Além do Hospital Pequeno Príncipe e do Hospital de Crianças César Pernetta, o Complexo Pequeno Príncipe é formado também pela Faculdades Pequeno Príncipe e Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, completando o tripé assistência, ensino e pesquisa.

Números que impressionam:
- 1.500 crianças e adolescentes atendidos diariamente (internações + consultas);
- 60 cirurgias por dia;
- 300 médicos;
- 1.637 mil funcionários;
- 400 voluntários;
- 660 mamadeiras preparadas por dia;
- 250 frascos de alimentação enteral por dia;
- 1.700 refeições servidas a pacientes por dia;
- 1.500 refeições servidas a funcionários e acompanhantes de pacientes internados por dia;
- 3.500 quilos de roupa lavadas por dia.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

HOSPITAL DAS CLÍNICAS TEM O PRIMEIRO PROGRAMA DE TV DIGITAL INTERATIVA DO BRASIL

Com distribuição em plataforma multidisciplinar, o conteúdo do HCTV é desenvolvido com base nas atividades de pesquisa, assistência e ensino do maior complexo de saúde pública da América Latina

Inaugurada no ano passado, a HCTV é o canal oficial de televisão do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e tem como meta difundir o conhecimento em saúde que lá se produz – de maneira aprofundada, porém em linguagem acessível para a população em geral. Primeira TV Digital Interativa do Brasil, dispõe todo seu conteúdo no endereço eletrônico http://www.hctv.com.br/ e também por tecnologia de internet móvel via iPhone. No primeiro ano de atividade, contou com mais de 300 mil acessos e mais de 40 horas de material produzido, em alta definição.
Com a missão de compartilhar com a população as informações, práticas, estudos e pesquisas e reflexões desenvolvidos no maior complexo de saúde pública da América Latina, o canal esta disponível para 60 milhões de pessoas, por meio de uma plataforma múltipla, que inclui, além da internet, o acesso por aparelho celular (no sistema 3G) e uma rede interna de aproximadamente 100 televisores no HC. “Além de um serviço de utilidade pública, a HCTV tem o papel de levar ao conhecimento da sociedade brasileira a excelência de uma produção científica que é reconhecida internacionalmente”, diz Marcos Boulos, diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Além do conteúdo de excelência, o HCTV é inovador por seu formato, sua tecnologia e sua plataforma múltipla de comunicação. De acordo com Roberto Barbeiro, diretor executivo da HCTV, um dos diferenciais do canal é o formato de TV para a web. “Ao acessar http://www.hctv.com.br/ , o internauta já tem acesso direto ao programa que está sendo exibido e, ao mesmo tempo, tem acesso a um menu com a programação completa”, comenta. Esta característica diferencia a HCTV dos outros canais e sites de TV na internet, que possuem vídeos on-demand, ou seja, o internauta escolhe o vídeo a que quer assistir, assim como escolheria um link para uma matéria ou para um acervo de fotos.
As diferentes formatos do conteúdo da HCTV têm como fonte todo o corpo clínico, de pesquisadores, de professores e demais profissionais de saúde do HC, incluindo os 62 laboratórios de investigação médica da FMUSP. “Para nós é um instrumento importantíssimo para disseminar as práticas desenvolvidas dentro do Hospital”, analisa José Manoel de Camargo Teixeira, Superintendente do HC.
Sobre o Hospital das Clínicas
Inaugurado em 19 de abril de 1944, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP - HCFMUSP é uma autarquia estadual vinculada à Secretaria de Estado da Saúde associada à Faculdade de Medicina da USP para o ensino, pesquisa e prestação de ações e serviços de saúde de alta complexidade destinados à comunidade. Tem como missão, ser uma instituição de excelência reconhecida nacional e internacionalmente em ensino, pesquisa e atenção à saúde. Comitê Humaniza HC-FMUSP é formado por representantes dos Institutos e Hospitais, e tem o objetivo de disseminar a cultura da humanização e auxiliar no desenvolvimento de boas práticas de atenção e gestão da área da saúde.
Sobre a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Criada em 1912, a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo é uma das mais tradicionais escolas de medicina do país, com trabalho reconhecido internacionalmente nas áreas de ensino, pesquisa, disseminação de cultura e conhecimento e extensão de serviços à comunidade, com base em elevados preceitos éticos.
A FMUSP oferece cursos de graduação e pós-graduação (lato e stricto sensu) e seu programa de residência credencia 49 especialidades médicas, com duração de até quatro anos. Desde 2001, a faculdade vem passando por um processo de restauro e modernização de suas instalações, que abarca desde a recuperação das fachadas até a reforma e instalação dos nove anfiteatros, que ganharam recursos técnicos audio-visuais.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Atividades teatrais e palestras gratuitas abordam saúde mental

Projeto de responsabilidade social da Associação Brasileira de Psiquiatria leva informações e esclarecimentos sobre transtornos e doenças mentais à comunidade

O preconceito e a falta de informação são problemas que ainda atingem os portadores de transtornos mentais e seus familiares. Segundo o Ministério da Saúde, 12% da população necessita de atendimento psiquiátrico. Apesar da alta incidência, o desconhecimento dessas doenças e de seus principais sintomas faz com que as pessoas não procurem atendimento especializado, prolongando seu sofrimento.

Para levar informação e orientação a comunidade, entre os dias 4 e 6 de novembro, o programa ABP Comunidade, da Associação Brasileira de Psiquiatria, realizará esquetes de teatro em diversas estações do metrô e na Avenida Paulista, além de uma palestra com o psiquiatra Antonio Leandro Nascimento. Sob o título “O Estigma Passageiro”, as esquetes e a palestra abordam os transtornos mentais mais comuns como depressão, ansiedade e dependência química, além do estigma em saúde mental. Será distribuído também um livro sobre os transtornos com informações para leigos.

Histórico
Criado em 2004 pela Associação Brasileira de Psiquiatra, o ABP Comunidade é um programa de prestação de serviço que busca esclarecer a população sobre saúde mental e minimizar o preconceito contra os pacientes e os transtornos mentais.

Uma das ações do ABP Comunidade é o projeto “Psiquiatria para uma Vida Melhor”, que coloca especialistas e pesquisadores dos principais temas de saúde mental em contato direto com a população, por meio de atividades gratuitas, realizadas de forma itinerante e interativa em diversas capitais brasileiras. Além disso, a Associação disponibiliza em seu site, através de textos, vídeos e arquivos de áudio, informações claras e simples, voltadas para a população leiga.

ABP Comunidade - Programação

Dia 03 de Novembro

Esquete O ESTIGMA PASSAGEIRO

Apresentação Esquetes de Teatro Proximo ao Terminal Rodoviário do Tietê
*Conexão de metrô, tróleibus e ônibus
Na Av. Cruzeiro do Sul, na entrada do Terminal Rodoviário do Tietê. Próximo a Base da Polícia Militar.Com distribuição de Folhetos e chamadas
Horário: 12h


Dia 05 de Novembro

Esquete O ESTIGMA PASSAGEIRO

Apresentação Esquetes de Teatro na Av. Paulista (Frente ao metrô Trianon / Masp)
Com distribuição de Folhetos e chamadas para a palestra
Horário: 12h

Palestra

Tema: Transtorno Mentais e Estigma (ênfase Depressão / Ansiedade / Depêndencia Química). Palestrante: Dr. Antonio Leandro Nascimento – RJ e Dr. João Carlos Dias - RJ
Local: Auditório do CAPS Itapeva – Rua Itapeva, 700 (próximo ao Masp)
Dia: 05 de novembro/2009
Horário: 19h
Capacidade: 200 pessoas/ Entrada gratuita

Dia 06 de Novembro

Esquete O Estigma Passageiro
Apresentação Esquetes de Teatro no Terminal Metropolitano do Jabaquara
*Conexão de metrô, tróleibus e ônibus
Com distribuição de Folhetos
Horário: 12h
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Tratamento de hérnia de disco pode ser realizado sem cirurgia

A fisioterapia analítica pode tratar a hérnia de disco sem intervenção cirúrgica

De 60 a 80% da população mundial acima dos 30 anos se queixa de algum tipo de dor nas costas, eventual ou crônica. Algumas lombalgias (dores na região lombar) podem evoluir para a hérnia de disco. Quando isso ocorre, no Brasil a indicação de tratamento costuma ser cirúrgica. O procedimento cirúrgico não trata diretamente a causa da hérnia de disco, que está no deslizamento das facetas vertebrais que comprimem a raiz nervosa, mas apenas a consequência, com a retirada da massa discal que extravasou. A Fisioterapia Analítica, fundamentada no Conceito Sohier, método muito difundido na Europa e respeitado pela comunidade científica local, consegue tratar as patologias que geram dor na costas (como hérnia de disco) sem cirurgia e tratando diretamente a origem do problema.
O primeiro passo é localizar e identificar a lesão. Isto é feito com os testes de barreira motriz que localizam as lesões vertebrais. Estes testes identificam se a articulação está em equilíbrio ou se houve algum deslizamento. O tratamento articular analítico é uma técnica manual muito leve e suave que não causa dor e que resolve definitivamente a origem da patologia.
'A fisioterapia analítica realmente é um método muito eficaz no tratamento da hérnia de disco. Devemos considerar 3 aspectos em relação ao tratamento: o tempo da lesão, a idade do paciente e o grau de desgaste da articulação em questão. A análise da interrelação destas 3 variáveis vai definir o tempo do tratamento. Outro aspecto importante no tratamento analítico é que ele evita a recidiva das hérnias o que não ocorre no tratamento cirúrgico ', comenta a fisioterapeuta Maria Luiza Pereira Gutierrez Biton, diretora do Instituto de Fisioterapia Analítica.
O Conceito Sohier chegou no Brasil há 10 anos. Na Europa, a técnica é utilizada há 60 anos e tanto a população quanto a comunidade científica comprovam sua eficácia. No Brasil, o Instituto de Fisioterapia Analítica é pioneiro no Conceito Sohier, atendendo pacientes e formando fisioterapeutas de todo o país na prática clínica desta nova visão terapêutica.

http://www.fisioterapiaanalitica.com.br/ - Tels.: (11) 4029.4485
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Diabete é a segunda doença crônica mais comum na infância

MÉTODO DE MASSAGEM TSUYA AMENIZA OS SINTOMAS E AJUDA NO TRATAMENTO DE DIABETE INFANTIL

 A Tsuya, método de massagem idealizado pelo massoterapeuta Kiyoshi Nagaoka, com algumas décadas de experiência, reúne técnicas que ajudam no tratamento em crianças com diabete.

A massagem nasceu na medicina chinesa, em meados de 1800 a. C., como forma de aliviar as dores e os desconfortos. Ao longo dos anos, os toques terapêuticos foram se propagando por diferentes povos, egípcios antigos, persas, japoneses, que se beneficiaram da técnica milenar no tratamento de várias doenças e lesões. E até hoje o método é reconhecido e muito utilizado no mundo todo.
A técnica de massagem Tsuya - que significa toques de reabilitação - idealizada pelo massoterapeuta Kiyoshi Nagaoka, com décadas de experiência em massagens milenares e orientais, ameniza os sintomas e ajuda no tratamento de pessoas com diabete, principalmente o público infantil.
Diabete é a falta ou resistência da insulina, o que leva a um aumento da taxa de glicemia (açúcar) no sangue. A insulina é um hormônio fabricado pelo pâncreas, órgão responsável por promover o aproveitamento do açúcar do organismo.
Kiyoshi explica que no caso de crianças com diabete é feita uma série de manobras na região torácica. “A massagem por meio da técnica Tsuya vai estimular o órgão a produzir insulina. O objetivo é fazer com que o pâncreas funcione normalmente e os sintomas diminuam gradativamente, em alguns casos, a recuperação pode ocorrer de forma ainda mais rápida ”, afirma Kiyoshi Nagaoka.
Os principais sintomas da doença são fome e sede excessiva, emagrecimento, aumento do número de vezes em que se urina, entre outros. Muitas vezes essas manifestações vêm acompanhadas por grande mal estar, sonolência, fraqueza, tontura, câimbra e formigamento.
Nagaoka atribui o aumento de crianças com diabete ao nascimento de parto cesárea. “O distúrbio do pâncreas, neste caso, está associado ao parto cesárea, pois enquanto o bebê está na barriga da mãe, ele está na posição de cócoras e, ao nascer continua na mesma posição. Isso é prejudicial à saúde do bebê porque a vértebra torácica acaba contraindo e dificultando a circulação no pâncreas“, ressalta.
Já no parto normal, Nagaoka explica que isso não ocorre. “Assim que o bebê nasce, automaticamente a coluna é massageada de forma natural, o suficiente para alinhar a vértebra torácica e a circulação ocorrer normalmente no pâncreas“.
A doença precisa ser controlada. Crianças com diabete precisam receber injeções de insulina diariamente. A alimentação requer um cuidado ainda maior, a entrada de açúcar no corpo deve ser controlada. A dieta deve ser rica em fibras e pobre em açúcar, com seis refeições ao dia. Os exercícios físicos ajudam os pequenos a reduzir o risco de outras doenças, como as cardiovasculares.
Crianças com até cinco anos precisam fazer pelo menos três sessões de massagem. Já crianças com mais idade e adultos precisam fazer mais sessões, pois necessitam de um controle ainda mais rigoroso para averiguar a diminuição glicêmica.
Kiyoshi Nagaoka também atua na prevenção de males com orientação postural e alimentar, tratamento corretivo e reabilitação física.

SOBRE DIABETE INFANTIL
Os dois tipos mais comuns de diabetes são: a do tipo 1 e a do tipo 2.
A do Tipo 1 é a mais comum em crianças e adolescentes. Pode surgir desde as primeiras semanas de nascimento até os 30 anos de idade. O mais comum é se manifestar na faixa dos 5 aos 7 anos e durante a puberdade. Está relacionado à falta ou pouca produção de insulina, não conseguindo controlar a taxa de glicose ingerida.
A atenção dos pais deve ser redobrada, pois o início da doença pode acontecer de repente. Os principais sintomas são: fome e sede excessiva, emagrecimento e aumento do número de vezes em que se urina. Muitas vezes essas manifestações vêm acompanhadas por grande mal estar, sonolência, fraqueza, tontura, câimbra e formigamento.
A do tipo 2 é hereditária e a mais comum. Metade das pessoas com diabete não sabem que tem a doença. Ocorre quando as células resistem à ação da insulina, mesmo quando sua produção é normal. Antigamente era uma doença de adulto, mas com a elevação da taxa de obesidade infantil associada a uma vida sedentária e com maus hábitos alimentares, esse tipo de diabete aumentou consideravelmente entre as crianças. Os sintomas são os mesmos que no tipo 1, embora possam ser menos intensos ou de aparecimento súbito.

Serviço:
Kiyoshi Nagaoka - http://www.massoterapeuta.com.br/
Telefone (11) 3796-0723
*
*
*
Publicidade:
Preços e produtos sujeitos à alteração mediante disposição em estoque:

Bazar do Bem Possível do Clube Pinheiros > de 05 a 07/11

AHPAS é destaque no Bazar do Bem Possível do Clube Pinheiros que acontece de 05 a 07 de novembro

110 entidades sociais movimentam a edição do Bazar


A AHPAS - Associação Helena Piccardi de Andrade e Silva – (leia-se Apáz), é uma das 110 entidades presentes no Bazar do Bem Possível promovido anualmente pelo Clube Pinheiros, nna capital paulista. “São 110 entidades que simbolizam os 110 anos de fundação do clube. Teremos belíssimos objetos institucionais que serão vendidos em primeira mão feitos em comemoração aos nossos 10 anos de existência e, livros infantis de excelente qualidade doados por diferentes instituições, entre as quais a Editora Allestrade e a Fundação Stickel”, conta a Tatiana Piccardi, a presidente da AHPAS.

A AHPAS exerce uma atividade exclusiva entre as 110 ONGS presentes. É a única a prestar um serviço na imensa cidade de São Paulo e no país: o de ser responsável, pelo transporte de crianças carentes com câncer em estado grave, todos os dias, com direito a ida, volta e cuidados especiais. “Os hospitais na capital paulista só internam quando não têm outro jeito e essas crianças precisam ir todos os dias aos hospitais para fazer quimioterapia e/ou radioterapia e a locomoção é muito sofrida, muitas vezes impedindo o tratamento”, explica a presidente da entidade. Ela é mãe de Helena, uma garotinha que faleceu com câncer e mostrou a família Piccardi de Andrade e Silva a dura realidade de quem vive na periferia e necessita de tratamento.
No salão de festas do Clube Pinheiros, acontece a venda de móveis, artesanatos como luminárias feitas por moradores de rua, roupas, brinquedos e acessórios, tudo a preços convidativos. O evento prova que fazer o bem custa pouco e contagia muitos. A entrada é franca.
Respeitadas entidades como Pró Hope, Instituto Cultural José Kentenich-Amor Maior, Associação dos Voluntários do Hospital das Clínicas, CVSP - Centro do Voluntariado de São Paulo, Fraternidade Irmã Clara, ADERE, Casa do Zezinho e AACC apresentam suas atividades e promovem a venda dos produtos. As ONGs envolvidas desenvolvem atividades nas áreas de educação, cultura, capacitação profissional, atendimento médico, psicológico, acolhem idosos, crianças e portadores de deficiências.
Como nas outras versões do Bazar do Bem Possível, o Esporte Clube Pinheiros disponibiliza a sua infra-estrutura, sem qualquer custo para as entidades. Os valores arrecadados são administrados integralmente pelas ONGs presentes no evento.

Serviço:
Bazar do Bem Possível
05, 06 e 07 de novembri das 10h00 às 19h00
Rua Tucumã, 36 (esquina com a Av. Brig. Faria Lima) – Esporte Clube Pinheiros


AHPAS: Porque foi fundada


Existem muitas crianças que não conseguem chegar ao local do tratamento pelo fato dos pais não terem automóvel em uma cidade como São Paulo,
um dos pólos de tratamento de câncer do Brasil. É indispensável o transporte terrestre com conforto para garantir o acesso ao tratamento e
o conseqüente aumento das chances de cura. É preciso evitar que muitos doentes abandonem os tratamentos por dificuldades de locomoção, o que é comum devido às dificuldades de deslocamento e à desinformação. Por isso, Luiz Maurício de Andrade da Silva e Tatiana Piccardi criaram, em 1999, a Associação Helena Piccardi de Andrade Silva - AHPAS (pronuncia-se "A Paz"!), entidade sem fins lucrativos, destinada a prestar assistência no transporte aéreo e terrestre para crianças e adolescentes com câncer em período de tratamento. Luiz e Tatiana perderam sua filha Helena, aos cinco anos de idade, vítima de câncer. A entidade surgiu, explica Tatiana Piccardi, atual presidente da AHPAS e mãe de Helena, "da necessidade de transformar uma dor depressiva em uma dor solidária e transformadora".

Alguns exemplos de crianças e adolescentes carentes com câncer em atendimento na AHPAS, no período de janeiro de 2009: Jefferson Lima de
Souza (15 anos): ele sai da Rua Cel.João Cabanas, 292 - Grajaú e é levado para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo -
R. Cesário Mota Jr, 112. Portador de leucemia linfócita aguda + tetraparesia flácida, Jefferson não anda. Guilherme Alves de Lima (3 anos): ele sai da Rua Vitória Régia, 39 - Vargem Grande e vai se tratar no Hospital Darcy Vargas - R. Seraphico de Assis Carvalho, 34. É portador de leucemia linfóide aguda. Aparentemente está se recuperando. Paula Diana Reis Antunes (11 anos): sai da Rua Joviniano de Oliveira, 777 - V. Brasilandia e é levada para o GRAACC, que fica na Rua Botucatu, 743. Ela tem neuroblastoma (tumor nas partes moles - usa prótese). Rodrigo Maicon da Silva (15 anos): sai da Rua. Dr. Pedro Batista, 708 - Vila Sta. Cruz - Guianazes e é paciente do Itaci - Instituto de Tratamento do Câncer Infantil - R. Galeno de Almeida, 148 . Portador de Sarcoma de Edwin, submete-se a pelvectomia, não dobra a perna. Viaja deitado.

Para saber mais sobre a AHPAS, visite o site: www.ahpas.org.br .
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos a alteração de
acordo com a disponibilidade em estoque:

Luluzinha Teen e sua turma - Concurso vai escolher música que será gravada pela banda Loki, do Bola


Grande oportunidade para aqueles que compõem, mas nunca tiveram a chance de mostrar suas canções

O concurso BANDA LOKI foi criado para escolher uma nova música para o grupo em que toca o personagem Bola, do mangá Luluzinha Teen e Sua Turma. A competição será dividida em duas fases. A primeira compreenderá o período de inscrições e votação popular via site, enquanto na segunda ocorrerá a seleção pelo júri técnico, que irá eleger uma entre as cinco melhores músicas selecionadas pelo voto popular.

Serão consideradas as inscrições realizadas durante o período de 0h do dia 05/10/2009 às 23:59h do dia 16/12/2009. Para participar o usuário deve entrar no site www.bandaloki.com.br, cadastrar-se e enviar uma música ou vídeo da música, acompanhado da letra, além de informar seus dados pessoais como nome, etc.

No período de 05 de outubro até 16 de dezembro de 2009 as músicas enviadas serão disponibilizadas no site www.bandaloki.com.br para votação dos internautas, e as cinco mais votadas participarão da segunda fase do concurso. Após o dia 16/12/2009 não será mais possível a qualquer pessoa votar.

As cinco músicas que receberem a maior quantidade de votos populares, durante o período de votação, estarão automaticamente classificadas para a segunda fase do concurso. As mesmas serão avaliadas no dia 18/12/2009, por um júri técnico composto por cinco funcionários da Ediouro e um componente do Grupo Forfun, como artista convidado.

O vencedor desta promoção, autor da música escolhida pelo júri técnico, conforme o critério acima, terá sua música utilizada e divulgada na 4ª edição da segunda temporada de Luluzinha Teen e sua Turma como fazendo parte do repertório da Banda Loki. Os créditos serão dados aos autores das respectivas músicas.

A BANDA IRÁ "GRAVAR" A MÚSICA DENTRO DO CONTEXTO DO MANGÁ, OU SEJA, NÃO HAVERÁ UMA BANDA DE CARNE E OSSO, NEM A MÚSICA SERÁ TOCADA EM RÁDIOS, ETC. ELA PODERÁ SER OUVIDA NO SITE E SUA LETRA APARECERÁ NO MANGÁ, COM OS PERSONAGENS DE FICÇÃO TOCANDO.

SOBRE O PROJETO LULUZINHA TEEN

A Ediouro, maior editora de livros da América Latina, lançou o mangá Luluzinha Teen e sua Turma em junho passado. Trata-se de uma versão jovem dos clássicos personagens infantis em quadrinhos de décadas atrás. No Brasil, a revista foi criada sob o selo Pixel, que tem como objetivo fortalecer um mercado pouco explorado no país: HQs para adultos.

Voltada para o público adolescente, meninos e meninas entre 12 a 16 anos, Luluzinha Teen e sua Turma tem criação e roteiro de Renato Fagundes (atualmente, coordenador de conteúdo do núcleo de TV e Multiplataforma do Grupo Conspiração), design e direção de arte da Labareda, o projeto digital da Frog e a agência de publicidade 1121 cuidando da criação e desenvolvimento da campanha de comunicação. A revista tem formato 15,8 x 20,5 cm, 96 páginas miolo em preto & branco e 16 em cores), custa R$ 6,40 e tiragem de 100 mil exemplares.

Além disso, Luluzinha Teen e sua Turma traz diversos recursos modernos adicionais, para melhor identificação do público com os personagens. Um deles é a possibilidade de interatividade: em vez do seu famoso diário de infância, Luluzinha agora terá um blog: o www.luluteen.com.br, que irá complementa e enriquece as histórias contadas na revista.

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Bioagri expande mercado com equipamento para análise de águas salinas


O ICP/MS é capaz de detectar todos os metais contemplados pela resolução 357 do Conama

A qualidade das águas marinhas reflete diretamente na saúde humana e no equilíbrio ambiental, na medida em que afeta a sobrevivência da biodiversidade marinha. Para analisar a presença de todos os metais contemplados pela resolução 357 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), a Bioagri Ambiental adquiriu o ICP/MS. O equipamento é capaz de identificar a presença de elementos potencialmente tóxicos e possui capacidade para realizar cerca de 80 amostras/dia.

O grande diferencial do aparelho está no fato de o limite de quantificação ser de 20 a 100 vezes menor que os usados com os métodos convencionais de ICP-OES. Ou seja, o equipamento é capaz de trazer resultados abaixo das mensurações mínimas exigidas por lei, o que proporciona, na prática, mais segurança para os clientes, que recebem relatórios muito mais sensíveis e em menor tempo. Outro diferencial, já que o aparelho está acoplado ao HPLC, equipamento de alta performance, que permite a análise de alguns metais por especiação e, também, de outros compostos inorgânicos descritos na nova legislação do Conama – 396 - para água subterrânea.

De acordo com o gerente nacional de vendas da Bioagri Ambiental, Gustavo Artiaga, o objetivo da empresa é oferecer a melhor técnica para atingir os menores limites possíveis e evitar interferências analíticas.

A Bioagri é o único laboratório de análises privado que possui o ICP/MS no Brasil. A compra do equipamento faz parte do investimento de cerca de R$ 3 milhões feito pelo grupo Bioagri recentemente. “Nosso foco de trabalho é no cliente, a fim de atender suas expectativas com a melhor tecnologia existente no mundo”, afirma Artiaga.

Sobre o Grupo Bioagri
A Bioagri é um grupo de empresas de prestação de serviços analíticos, estabelecido primeiramente em Piracicaba-SP, em 1991. Atualmente, é o maior laboratório privado da América Latina em seu segmento, formado por 12 unidades distribuídas pelo Brasil, com cerca de 25.000 m2 de área útil de laboratórios e mais de 600 colaboradores.
O Grupo oferece um escopo de serviços diferenciados e diversificados em análises de alta complexidade, em oito segmentos de atuação: Ambiental, Agroquímicos, Alimentos, Fármacos, Saneantes, Cosméticos, Veterinário e Biocombustíveis.
Acesse: www.bioagri.com.br
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque


“A Fonoaudiologia que Rejuvenesce”


Brasileira que criou técnica de rejuvenescimento da face pela fonoaudiologia lança livro sobre o tema

Tratamento reequilibra funções do dia-a-dia, como mastigação, fala, articulações e usa alongamentos que retiram contrações repetitivas suavizando a face

A mestra em distúrbios da comunicação humana (PUC-SP) e especialista em Motricidade Orofacial, fonoaudióloga Magda Zorzella Franco, lançou no dia 26 de outubro o livro “A Fonoaudiologia que Rejuvenesce”. A obra será publicada pela editora LivroPronto, de São Paulo, e narra o desenvolvimento da Fonoaudiologia e Estética da Face, uma nova área de atuação do fonoaudiólogo dentro da especialidade da Motricidade Orofacial. Ela foi criada pela própria autora do livro há 10 anos e reconhecida pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia em abril do ano passado.

Conhecido como Método MZ, o tratamento consiste em suavizar as rugas de expressão e alcançar o rejuvenescimento da face por meio do reequilíbrio da musculatura do rosto. Para isso são trabalhadas especificamente as funções realizadas no dia-a-dia por esses músculos tais como a mastigação, a deglutição, a respiração, a fala e a expressão facial. “É um trabalho natural e não invasivo que ensina ao próprio paciente a forma de cuidar, prevenir e atenuar suas marcas de expressão. Pessoas de 26 aos 75 anos têm se beneficiado esteticamente dos movimentos propostos pelo método e conseguido também melhorar a qualidade de vida, ao reequilibrar essas funções” afirma Magda.

Ela explica que a aplicação prática dos conceitos é feita após uma criteriosa avaliação caso a caso para a posterior aplicação de 10 sessões de trabalho nas quais, além do reequilíbrio das funções do dia a dia, são ensinados alongamentos que retirarão as contrações repetitivas dos músculos da face.

Magda comenta que o livro tem uma característica técnico fonoaudiológica. A obra orienta como o profissional avalia os pacientes e quais são os aspectos a serem trabalhados, mas não passa receita. “A técnica é individual e baseada na avaliação in loco da situação de cada paciente”, diz.

Segundo ela, o fonoaudiólogo terá, através do livro, um suporte teórico prático importante. O conteúdo leva o leitor em geral a conhecer a fono&estética e se interessar pelo trabalho, além de adquirir muitas informações sobre como ele está usando sua musculatura e dicas de qualidade de vida. “O objetivo é que, tanto o fonoaudiólogo como o leigo, sejam incentivados a se aprofundar mais sobre o tema”, explica a autora, que trabalha clinicamente com a área há dez anos e há mais de 8 anos ministra cursos para formação de fonoaudiólogos no Método MZ, recebendo pacientes e alunos do Brasil inteiro.

Serviço:

O lançamento de “A Fonoaudiologia que Rejuvenesce” acontecerá no dia 26 de outubro, a partir das 19 horas na Saraiva Mega Store, do Shopping Pátio Paulista, em São Paulo.

Sobre a Autora:

Magda Zorzella Franco é mestre em Distúrbios da Comunicação Humana formada há 25 anos pela PUC-SP. Ela também é especialista em Motricidade Orofacial e em Linguagem. Como criadora da área da Fonoaudiologia e Estética e autora do Método MZ ela desenvolve a área, ministra cursos formativos, Especialização e Aperfeiçoamento e escreve artigos sobre o tema há 10 anos.


Sobre a editora LivroPronto

A editora LivroPronto foi fundada em 2004 e chegou ao final de 2008 à condição de referência no lançamento de novos escritores na literatura brasileira. A empresa desenvolveu um modelo de publicação baseado na parceria com os próprios autores que já começa a atrair proprietários de obras lançadas por editoras tradicionais. O projeto foi desenvolvido estrategicamente para ser uma alternativa entre o desejado, mas quase inalcançável achado de uma editora que invista na publicação ou entre mandar imprimir em gráficas por sua conta. No início de 2009 a editora chegou à marca de 200 títulos publicados e a expectativa de lançamento de novos títulos é muito grande. Entre escritores interessados e originais que já estão sendo analisados, foi registrado um crescimento de quase cinco vezes em relação à procura do ano anterior. (http://www.livropronto.com.br/)

*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Quando o Estado tem a obrigação de cobrir tratamentos realizados em hospitais públicos?

por Melissa Areal Pires, especialista em Direito à Saúde do Vilhena Silva Advogados

Direito Universal à Saúde e Código de Defesa do Consumidor versus populações carentes que morrem nas filas dos hospitais, aguardando por atendimento.

Não há dúvidas de que a saúde é direito de todos e dever do Estado, conforme preceitua o artigo 196 da Constituição. Também não há dúvidas de que o SUS foi criado pela Lei 8.080/90 com o objetivo de fazer valer o disposto na Constituição Federal, dispondo em diversos artigos as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços de saúde. Ocorre que a realidade vivenciada pelos cidadãos brasileiros que necessitam de atendimento em hospitais públicos não corresponde ao que determinou o legislador.
A mencionada Lei 8.080/90 dispõe em seu artigo 2º que “a saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício”. E no §1º do citado artigo, afirma que “o dever do Estado de garantir a saúde consiste na formulação e execução de políticas econômicas e sociais que visem à redução de riscos de doenças e de outros agravos e no estabelecimento de condições que assegurem acesso universal e igualitário às ações e aos serviços para a sua promoção, proteção e recuperação.”

A lei não tem sido cumprida. Um dos problemas mais sérios sofridos pelos cidadãos brasileiros que recorrem ao SUS é a falta de leitos nos hospitais públicos. É fato público e notório que, muito embora seja direito líquido e certo a internação em hospital para realização de tratamento médico, os hospitais públicos não têm dado conta de atender a todos que necessitam e, por essa razão, muitos acabam sendo obrigados a procurar atendimento em hospitais privados.
Recente pesquisa divulgada pelo Sistema DataSUS, do Ministério da Saúde, especificamente no Estado do Maranhão, chegou a uma conclusão alarmante: há quase cinquenta pessoas a mais por cada leito naquele Estado. A proporção de cidadãos por leito, naquele Estado, é de 380,88. Ocorre que a Portaria de n. 1101/02 determina que essa proporção seja de pelo menos 2,5 a 3 leitos para cada mil habitantes, o que significa que os números no Maranhão ultrapassam em quase cinquenta a média nacional estabelecida: 333,33 por leito.
No Estado do Ceará, a realidade não é diferente. A superlotação em hospitais da rede pública tem colocado em risco a vida das mulheres que devem dar à luz, pois faltam espaço e equipamentos. Reportagem do Diário do Nordeste flagrou mulheres em trabalho de parto em macas e aguardando o atendimento adequado no Hospital Geral César Cals (HGCC). O Núcleo de Informação e Análise em Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), baseado em números do ano de 2008, concluiu que a cada 100 mil partos realizados no Estado, 68,6 mães morrem. A média do Brasil é de 50 mortes para cada 100 mil nascimentos e o índice mundial é de 20 óbitos a cada 100 mil partos. De acordo com a assessoria de imprensa da Sesa, em números reais, 91 mulheres faleceram, em 2008, em decorrência do parto. Matérias de jornais impressos e televisivos acerca da situação no Estado do Rio de Janeiro, mostram mulheres que morreram nas filas dos hospitais ao aguardarem uma vaga para terem seus filhos.
Cumpre-nos como especialistas na matéria ressaltar que o Estado é responsável pelo pagamento das despesas de hospital privado que tenha atendido o cidadão, em caráter particular, se não disponibilizou atendimento na rede pública. Sobre o assunto, ressalta o Desembargador Wander Marotta, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que “os doentes não podem ficar à mercê da solução de problemas de ordem administrativa. Trata-se de necessidade urgente, para que se evite mal irreparável provocado pela inércia do setor público.”

O Código de Defesa do Consumidor

A indisponibilidade de atendimento em hospitais público deve ser reputada uma grave infração a texto constitucional, merecendo punição, que se afigura no pagamento das despesas médicas de hospital privado, que somente foi procurado em razão da ineficiência do sistema público de saúde. Há ainda que se levar em conta que o Código de Defesa do Consumidor também determina, em seu artigo 6º, que "São direitos básicos do consumidor: (...); X - a adequada e eficaz prestação dos serviços públicos em geral."
Ora, o atendimento digno nos hospitais públicos é serviço essencial, o que faz restar incontroverso que sua prestação deve ser contínua, ou seja, não pode ser interrompida. Isso significa dizer que a inexistência de leitos e de hospitais capazes de atender à demanda do consumidor configura conduta omissa do Estado e viola frontalmente os direitos do consumidor, que deve exigir a tomada de todas as medidas necessárias para a garantia do seu direito.
Saliente-se, ainda, o artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor que dispõe a respeito da obrigação da prestação de serviços essenciais que "Os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos. Parágrafo único - Nos casos de descumprimento, total ou parcial, das obrigações referidas neste artigo, serão as pessoas jurídicas compelidas a cumpri-las e a reparar os danos causados, na forma prevista neste Código."
Deve-se ter em mente que a saúde é o meio pelo qual se garante o bem mais valioso de um ser humano, a vida com dignidade, motivo pelo qual o Estado não pode se furtar de sua obrigação de garantidor dos direitos sociais previstos na Constituição, sendo inadmissível que se deixem órfãos os cidadãos que pagam em dia seus impostos e não podem ser culpados pela má-administração do dinheiro público, que na área da saúde é tida como a mais preocupante, pois agravada pela falta de sensibilidade e de compromisso social por parte das autoridades e órgãos públicos.
__________________________________________________________

Por Melissa Areal Pires, Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, pós-graduada em Direito do Consumidor pela Universidade Estácio de Sá em convênio com a Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Advogada do Vilhena Silva Advogados.

**Renata Vilhena Silva é a primeira advogada do País a ser membro do Health Lawyers, importante associação internacional de advogados da saúde - cujo objetivo é promover o intercâmbio de novas jurisprudências e atuação dos profissionais da área pelo mundo. Especialista em Direito Processual Civil pela Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão - COGEAE da Pontífica Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP e pelo Centro de Extensão Universitária - CEU. É membro do Comitê Comunitário do Instituto da Criança - Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo. É membro colaboradora da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP. É membro do Conselho Cientifico da Ação Solidária Contra o Câncer Infantil, e auxilia a AHPAS, única instituição do País a oferecer transporte gratuito a pacientes carentes com câncer. Também coordena cursos na Associação dos Advogados de São Paulo - AASP - é fundadora do Vilhena Silva Advogados que possui equipe especializada no Direito à Saúde.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade > 04, 05 e 06/11

Os visitantes da Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade deste ano poderão conhecer diversas novidades no setor, concorrer a brindes e prêmios em alguns estandes, conferir a participação de expositores e representantes de empresas de 12 países, e, ainda, adquirir conhecimento com seminários especializados como o “V Recicle Cempre – Seminário de Resíduos”, que este ano traz como uma das principais novidades, a montagem e operação de uma Estação de Reciclagem.
A Estação vai ser comandada por uma Cooperativa de Catadores, associada ao Cempre – Compromisso Empresarial para a Reciclagem, que fará o processo de triagem, operação de prensa e encaminhamento do material, se tornando responsável por realizar a gestão dos resíduos gerados durante os três dias de seminários e feira.
A Estação de Reciclagem será sinalizada e contará com todas as regras de segurança e adequação ambiental necessárias para a realização do evento. Todo o material arrecadado será doado para a Cooperativa Vila Maria, a qual também será responsável pela operacionalização da Estação.
A expectativa dos organizadores é reforçar a posição de destaque e referência do Brasil no cenário internacional em gestão de resíduos, multiplicando não só o aprendizado como a importância da valorização ambiental e, principalmente a interatividade dos visitantes que poderão ver, por meio desse projeto, como é feito um processo de reciclagem.
Considerada a feira mais importante do setor de Meio Ambiente Industrial da América Latina, a 11ª FIMAI acontecerá entre os dias 4, 5 e 6 de novembro de 2009, no Pavilhão Azul do Expo Center Norte.
Ficha Técnica
XI FIMAI / SIMAI – Feira e Seminário Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade
Data
04, 05 e 06 de novembro de 2009
Horário Feira – FIMAI
Das 14h00 às 21h00 – entrada franca
Horários Seminários
XI SIMAI: das 08h30 às 18h30 – pago, com inscrições prévias
V Recicle Cempre: das 09h00 às 19h00 – pago, com inscrições prévias
Site: www.fimai.com.br
E-mail: ambientepress@ambientepress.com.br
Tel. (11) 3917-2878
Local:
Expo Center Norte – Pavilhão Azul
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333
Vila Guilherme – SP
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque

Especialista do IAF participa do I Encontro Internacional de Artroscopia do Quadril

O ortopedista Marcelo Witemburg Alves participará do encontro para trocar experiências com os melhores profissionais da área em todo o mundo

Considerada a maior novidade dos últimos tempos em se tratando de cirurgias ortopédicas na região de quadril, a artroscopia vem ganhando efetivamente seu espaço em todo o mundo. As vantagens da nova técnica são muitas, que vão desde o diagnóstico preciso, sem grandes incisões, o que diminui os riscos de infecções, até uma recuperação mais rápida. Por conta da crescente difusão da nova técnica, médicos ortopedistas do mundo inteiro estarão se reunindo no primeiro Encontro Anual da Sociedade Internacional de Artroscopia do Quadril para discutir, compartilhar experiências e expandir conhecimentos sobre a artroscopia do quadril. O encontro acontece entre os dias 9 e 11 de outubro, no Hospital for Special Sugery, na cidade de Nova Iorque (EUA).

Sempre atento a difusão de novas técnicas da área ortopédica, o Instituto Affonso Ferreira, localizado na cidade de Campinas (SP), é pioneiro na realização de cirurgias via artroscopia e um dos poucos no país a realizar esse tipo de cirurgia nas regiões do ombro, cotovelo, pulso, joelho e quadril. O ortopedista Marcelo Witemburg Alves, especialista em vídeocirurga que estará participando do encontro em Nova Iorque, considera a artroscopia como a maior novidade dos últimos tempos, já que a técnica permite um diagnóstico mais preciso, permitindo que o médico visualize toda a articulação em sua forma natural de funcionamento.

“Apesar de simples, a técnica exige um grande aprendizado. A cirurgia consiste na introdução de uma micro-câmera na articulação e as imagens obtidas por meio de um monitor permitem que seja verificada a presença ou não de tecidos lesionados. Quando o paciente é submetido a procedimento convencional, ou seja, cirurgia aberta, os tecidos normais são afetados, o que não ocorre na artroscopia”, explica Witemburg.

O ortopedista chama a atenção para a realização desse tipo de cirurgia na região do quadril. Segundo Marcelo, o tratamento de patologias do joelho e demais regiões por vias artroscópicas pode já ser familiar para muitos médicos. Entretanto, o uso do artroscópio para examinar e tratar certas doenças do quadril é um novo conceito para os profissionais da área de saúde. “Nossa experiência com artroscopia tem sido muito gratificante, tanto para nós (médicos) como para os pacientes, porém é importante ressaltar que a artroscopia do quadril é um procedimento muito trabalhoso, tecnicamente complexo, o que exige muita paciência e experiência”.

Por meio da artroscopia, é possível conseguir os mesmos resultados das cirurgias convencionais, como tratar o impacto fêmur acetabular, junta da clavícula, costurar tendões, desbastar o osso sem a inconveniência de grandes cortes e internação do paciente. No procedimento de cirurgia aberta, a equipe médica pode demorar até uma hora e meia para chegar na articulação. “Já com a artroscopia, este tempo é extremamente reduzido, diminuindo o risco de complicações, infecções, dor e outras ocorrências”, completa Marcelo. Outra boa notícia é que esse tipo de cirurgia pode ser realizada pelos planos de saúde.
*
*
*
Publicidade:
Produtos e preços sujeitos à alteração de acordo com disponibilidade no estoque