ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Obra Não Sou Feliz, Mas Tenho Marido, que inspirou peça teatral chega em sua 3ª edição

Sucesso da argentina Viviana Gómez Thorpe está de volta às livrarias de todo Brasil

O humor inteligente da escritora argentina Viviana Gómez Thorpe, em "Não sou feliz, mas tenho marido" confirma seu sucesso no Brasil. Além da peça adaptada que já viajou o país, com a atriz Zezé Polessa, o livro chega em sua terceira edição.

Lançado no Brasil pela editora Letraviva, a obra parte para sua terceira tiragem, repetindo a ótima repercussão que teve em toda América Latina e Espanha. Já são mais de 100 mil exemplares vendidos.

No teatro o sucesso não é diferente, a peça que está em cartaz a mais de 3 anos e já esteve em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Espírito Santo, entre outras cidades, retornou à capital paulista, no Teatro Procópio Ferreira, até o dia 31 de maio, e tem lotado todas as sessões.


Sobre o livro - É quase impossível não rir durante a deliciosa leitura da obra Não sou feliz, mas tenho marido, da jornalista argentina Viviana Gómez Thorpe. A autora é peculiar em sua capacidade de descrever em minúcias as aventuras e desventuras de uma vida a dois. Dotada de um humor inteligente, consegue pontuar algumas questões nas relações humanas, sem a pretensão de filosofar ou de avaliar cada uma delas.

Baseada em experiências reais de Viviana, a ficção mostra uma jornalista que descobriu, ao longo do trabalho, que poderia ser uma espécie de biógrafa de muitas outras mulheres em todo o mundo. Esta capacidade de “ironizar” o dia-a-dia pode ser uma das chaves do sucesso do título que ficou por 9 meses entre os mais vendidos na Argentina.

A obra já está presente em praticamente toda a América Latina, Espanha e até em Israel. Seu texto foi adaptado também para o teatro, em vários países: Argentina, Chile, Costa Rica, Colômbia, Espanha, México, Uruguai e Venezuela. No Brasil, a peça teatral está circulando o país há três anos, com a excelente atuação de Zezé Polessa.

O que Viviana estimula não é a revolta com a condição feminina, nem sequer criar um estereótipo de “escravidão” de mulheres. O que ela quer é estimular a capacidade de se divertir com as delicias da vida conjugal. Nesta tentativa, ela consegue tirar boas risadas de homens e mulheres.

Viviana Gómez Thorpe participou de Satiricón, mítica revista que revolucionou o jornalismo gráfico argentino a partir de 1972. Mais tarde, passou a colaborar com outras publicações, mas conquistou o público com suas matérias sobre o comportamento feminino na revista Emanuelle. Chegou à rádio nos anos 90 e se consagrou com divertidos comentários sobre os costumes da vida doméstica. A coletânea desse material deu origem ao livro Não sou feliz, mas tenho marido, publicado na Argentina em 2000 e posteriormente na Espanha, já superando os 100 mil exemplares vendidos.

Não sou feliz, mas tenho marido, por Viviana Gómez Thorpe
171 páginas
15,5cm x 22,5 cm
ISBN 85-88348-08-X R$ 30,00
À venda pelo site da Letraviva e nas melhores livrarias do país
http://www.letraviva.com.br/

Mais dicas de livros acesse: http://livrariadafada.blogspot.com/


*
*
*
Publicidade:

FESTAS E EVENTOS:


LEMBRANCINHAS DE ANIVERSÁRIO, PASCOA, NATAL, ETC:
Imãs de geladeira, porta retratos, diplominhas...


RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS:
Removo manchas, marcas de expressão, sujeiras, fundos e pessoas. Restauro fotos antigas e faço montagens de fotos infantis para lembrancinhas de aniversário.


EDIÇÃO DE VÍDEOS PARA YOUTUBE E COMEMORAÇÕES
Edição de vídeos caseiros e montagem de vídeos com fotos para youtube ou apresentações em DVD.


www.kidbrinde.webnode.com.pt