ASSISTA OS NOSSOS PROGRAMAS

domingo, 8 de março de 2009

Lançamento do livro "Entre os muros da escola"



Martins convida para lançamento do livro Entre os muros da escola, dia 10 de março, 21h30, na Reserva Cultural, em São Paulo

No mesmo dia acontecerá a pré-estréia do filme, originário da obra, que foi ganhador da Palma de Ouro em Cannes de 2008

Muito já se escreveu – ou até mesmo se filmou – sobre o universo escolar. Porém como abordar o assunto sem ser piegas ou excessivamente repetitivo? O escritor francês François Bégaudeau parece ter encontrado a medida certa em sua obra Entre os muros da escola, que será lançada no Brasil em 10 de março pela Martins, mesmo dia da pré-estréia do filme em São Paulo.

No livro, repleto de diálogos e divagações, Bégaudeau fala como educador, mas também dá voz aos alunos, que com ele protagonizam o romance. Eles opinam, questionam, interferem na exposição de conteúdos e no seu comportamento, dando o tom às aulas e à narrativa do professor.

Entre os muros da escola possui uma abordagem bem-humorada, sem deixar de ser crítica, do sistema educacional francês. Apesar de estar concentrada num microcosmo, o 19º distrito parisiense, essa comunidade com seus alunos e professores retrata o macrocosmo de uma sociedade com diferenças sociais, étnicas e culturais, expostas em episódios, como por exemplo, da expulsão de um aluno e extradição de outro, até mesmo de um exercício de auto-retrato:

Folha pequena, grande quadriculado. Eu me chamo Souleymane. Sou na verdade calmo e tímido em classe e na escola. Mas, fora, sou outra pessoa: exitado. Não saio muito. Só para ir ao boxe. Eu gostaria de levar minha vida numa boa, e sobretudo não gosto de conjugação.
Folha pequena de fichário, grande quadriculado. Khoumba é meu nome, mas não gosto muito dele. Gosto de francês, desde que o professor não seja um zero à esquerda. As pessoas dizem que sou mau caráter, é verdade, mas isso depende de como me tratam.
Folha de caderno de rascunho. Djibril é o meu nome. Sou malinês e me orgulho disso, pois este ano o Mali vai participar da Copa da África. Eles caíram com a Líbia, Argélia e Moçambique. Gosto muito do meu colégio porque os prôs não interfere, só quando a gente tá muito agitado. Pena que vo deixá ele no fim do ano, porque tô na oitava. [...]

Cada um dos cinco capítulos que compõem o romance possui um número variável de cenas ou esquetes. O capítulo que abre o livro, por exemplo, o de número vinte e cinco, tem exatamente vinte e cinco blocos de texto, com cenas da sala de aula, da sala dos professores ou da coordenação e até da espera nos corredores que antecede a entrada e saída dos alunos. A somatória dos números dos capítulos dá os dias exatos de ensino letivo, cento e trinta e seis.

Das páginas às telas
Entre os muros da escola (Entre les murs, no original) foi adaptado para o cinema pelo próprio Bégaudeau, que também foi o protagonista. Dirigido por Laurent Cantet, ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2008 e é indicado ao Oscar 2009 na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

O filme foi rodado numa escola de Ensino Médio em um bairro popular de Paris, cujos alunos, adolescentes de 14 e 15 anos, têm origens diversas. O diretor só mostra o lado de fora do colégio na primeira cena, quando o professor de francês chega ao colégio no primeiro dia de aula. O final é exatamente no último dia de aula.

François Bégaudeau nasceu em 10 de julho de 1971, em Luçon, na França. Durante a juventude, o futebol ocupou um espaço importante de sua vida e influencia até hoje a sua produção literária e jornalística: desde seu primeiro romance em 2003, Jouer juste [Jogar justo], até as crônicas de futebol para o Le Monde, publicadas diariamente durante o Campeonato Francês de Futebol em 2008.
Formou-se em Letras Modernas na Université de Nantes e trabalhou como professor de francês em Dreux e depois em Paris. Em 2006, obteve com seu terceiro romance, Entre os muros da escola, publicado na França pela Folio-Gallimard, o prêmio France Culture/Télérama, que lhe valeu o reconhecimento da crítica e do público, com mais de 170 mil exemplares vendidos. Apesar do sucesso individual, mantém seu gosto em colaborações coletivas, o que resultou em obras como Devenir du roman, Uné année en France: Réferendum/banlieue/CPE e o já citado Le sport par les gestes, publicadas em 2007.
Seu último romance, Fin de l’histoire, também de 2007, dedica-se à história da jornalista Florence Aubenas. Atualmente, Bégaudeau possui uma crônica literária semanal no Canal + (La Matinale, às quintas) e é crítico de cinema da edição francesa da revista Playboy.

SERVIÇO:
LANÇAMENTO – 10.03.09 – terça-feira
Entre os muros da escola
Reserva Cultural
Local: Av. Paulista, 900 – Térreo
Horário: 21h
Autor: François Bégaudeau
Tradução: Marina Ribeiro Leite
Editora Martins
pp. 262 / ISBN: 978-85-61635-13-8

*
*
*
Publicidade:

FESTAS E EVENTOS:


LEMBRANCINHAS DE ANIVERSÁRIO, PASCOA, NATAL, ETC:
Imãs de geladeira, porta retratos, diplominhas...


RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS:
Removo manchas, marcas de expressão, sujeiras, fundos e pessoas. Restauro fotos antigas e faço montagens de fotos infantis para lembrancinhas de aniversário.


EDIÇÃO DE VÍDEOS PARA YOUTUBE E COMEMORAÇÕES
Edição de vídeos caseiros e montagem de vídeos com fotos para youtube ou apresentações em DVD.


www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário: